Manejo do ácaro-branco em lavoura de café, feijão e soja

Share

Manejo do ácaro-branco em lavoura de café, feijão e soja

Quer saber mais sobre o MyFarm?

Entre em contato e agende uma demonstração com nossos consultores!

Solicitar Teste Grátis

Você, produtor rural, deve estar sempre atento a sua plantação para que tenha um ótimo rendimento e lucratividade.

Quando você faz um bom monitoramento do seu cultivo desde o instante do processo de plantio até o armazenamento para a venda, consegue perceber todos os tipos de contratempos que podem acabar ocorrendo.

Os maiores contratempos que você, produtor rural, pode ter são o aparecimento de ervas daninhas e pragas.

Para que você possa ter um cuidado maior com a sua lavoura, é necessário conhecer os principais tipos de pragas que podem atacar a espécie de cultivo que você planta.

Diante de tantos insetos, existe o ácaro-branco que pode aparecer em diversas plantações.

Você já conhecia a sua existência ou como ele pode agir em sua lavoura?

ads

É MA-RA-VI-LHO-SO se você souber como ele age. Porém, se não tiver esse conhecimento, fique atento ao que vamos te explicar durante esse artigo.

Vamos te contar o que é o ácaro-branco, como controlar a sua presença, quais são os sinais que ele dá em sua plantação, dentre outros temas importantes para você.

Vamos lá?

O que é o ácaro-branco?

Durante o seu trabalho na agricultura, fica fácil perceber diversos tipos de pragas e ervas daninhas que é preciso ter cuidado.

Uma das pragas que podem aparecer em sua propriedade rural é o ácaro-branco. Você sabe o que é ou o que causa o seu aparecimento?

Muito bom se você disse que sim. Mas, se você que disse não, fique atento ao que vamos te explicar.

Segundo a Koppert, “o ácaro-branco (Polyphagotarsonemus latus) surge nos trópicos e em estufas e regiões temperadas e possui uma ampla variedade de plantas hospedeiras, principalmente pimentões, mas também beringelas, tomates e pepinos Além disso, muitas culturas ornamentais como as azáleas, begônias, gerberas e cyclamen também são afetadas. Em climas temperados, os ácaros-brancos (Polyphagotarsonemus latus) não causam sérios problemas pois não resistem ao frio.”

O ácaro-branco se propaga através do vento, pelo contato natural entre uma folhagem doente e uma saudável.

A princípio a sua invasão começa em reboleiras sendo encontrada na parte inferior das folhas infectadas por ele.

Por ser de tamanho diminuto, a sua presença em uma plantação é dificilmente notada. Apenas quando o seu ataque está mais intenso é que a maioria dos produtores percebe.

Por isso, é tão importante o monitoramento e a análise da qualidade da plantação e das sementes desde o planejamento do plantio até o armazenamento para a venda.

Além disso, também é importante aprender como controlar o seu desenvolvimento se você verificar o aparecimento do ácaro-branco em sua propriedade rural.

Então, continue com a gente para saber tudo que precisa sobre o seu controle e redução.

>>> DOWNLOAD GRATUITO: PLANILHA PARA GESTÃO DE INSUMOS AGRÍCOLAS <<<

Aprenda a como controlar com ácaro-branco

Ninguém quer que a sua plantação seja prejudicada por pragas ou ervas daninhas, mas é uma possibilidade que você sempre deve estar atento para que possa evitar.

E para que essa chance seja minimizada, é preciso aprender a como controlar a proliferação dos invasores da sua plantação.

Isso não seria diferente no caso do ácaro-branco. É preciso ter muita atenção para a sua gestão.

Se você não faz ideia de como combater o ácaro-branco, preste bem atenção agora!

Temos diversas formas de combater a presença do ácaro-branco e algumas delas são:

  1. Execução de pulverizações com acaricidas específicos;
  2. Controle natural através do uso de sementes sadias;
  3. Uso de adubação que traz nutrientes de forma equilibrada para a planta;
  4. Retirada das plantas que se encontram doentes;
  5. Controle biológico utilizado junto com o Manejo Integrado de Pragas (MIP);
  6. Escolha de plantas mais resistentes.

Você pode usar diversas formas eficazes para controlar o ácaro-branco, assim como os outros tipos de pragas. Basta ter o conhecimento necessário para conseguir identificar com qual praga indesejada está lidando.

Lembre-se que é importante utilizar os métodos corretos contra cada tipo de erva daninha ou praga para que o seu controle realmente seja feito.

Para isso, trouxemos os principais sinais que o ácaro-branco causa em sua plantação. Então fique atento ao próximo tópico.

Descubra os sinais do ácaro-branco em sua plantação

A melhor maneira de controlar o aparecimento de pragas ou reduzir a sua proliferação em sua propriedade rural é ter o conhecimento necessário para saber identificar qual problema está lidando.

Você saberia citar os principais sinais do ácaro-branco em sua plantação?

Se não souber, preste bem atenção e continue com a gente!

Trouxemos os principais sinais de danos que o ácaro-branco pode deixar em sua plantação para que você possa planejar a sua ação corretiva.

Os principais sinais do ácaro-branco em sua safra são os seguintes:

  1. Causa redução na produção da plantação afetada;
  2. Diminuição da qualidade dos grãos do cultivo;
  3. Danos nas folhas e nas brotações novas;
  4. Ocorre a paralização do crescimento da planta;
  5. Os ramos ficam atrofiados;
  6. Há aparecimento de rasgaduras nas folhas;
  7. As folhas e frutos caem com frequência;
  8. As formas se tornam mais escurecidas.

Como você pôde perceber são muitos danos e sintomas que o ácaro-branco pode trazer para a sua plantação.

Se fizer um monitoramento constante, você consegue evitar que as perdas na sua propriedade rural sejam muito grandes. Assim, você consegue salvar parte da sua plantação.

E para entender melhor o ácaro-branco é essencial que você entenda qual é o seu ciclo de vida. 

Vamos entender?

Conheça o ciclo de vida do ácaro-branco

Saber como se dá a reprodução e o ciclo de vida do ácaro-branco irá te ajudar a compreender como deverá ser o seu planejamento de controle dessa praga.

Por isso, trouxemos a explicação que a Agrobase fez com relação ao ciclo de vida do ácaro- branco.

Segundo a Agrobase, “Ciclo de vida curto (3 a 5 dias). Desenvolvimento favorecido por temperaturas altas, baixa umidade relativa do ar, associadas à baixa luminosidade. Ovos colocados isoladamente na face abaxial das folhas. Até 40 ovos por fêmea. Não tecem teia. Disseminação pelo vento e por partes vegetais infestadas. Podem ser dispersos também transportados por moscas brancas e pulgões.”

Por mais que o ácaro-branco tenha um ciclo de vida curto, é importante que ao menor sinal da sua presença seja feita uma ação corretiva imediata.

Mantenha sempre em mente que a melhor prevenção é o monitoramento e o conhecimento sobre a sua reprodução.

Conclusão

O ácaro-branco é um dos tipos de pragas que estão presentes na agricultura brasileira e merece atenção quando se constata a sua presença em sua propriedade rural.

O seu ciclo de vida é curto, mas é capaz de trazer inúmeros danos a sua lavoura. Por isso, é necessário que você tenha planejado a ação corretiva eficaz e eficiente para a sua contenção.

Há diversas formas de contenção do ácaro-branco. Você pode usar controle químico, biológico ou natural. O que mais for condizente com a sua plantação e propriedade.

Lembre-se que para cada praga existe um tipo de ação corretiva, principalmente no que diz respeito ao uso de químicos,

Se você optar por usar controle químico, é essencial usar a quantidade certa e o químico certo para que não acabe degradando o solo da sua propriedade rural.

E aí, já teve que lidar com o ácaro-branco em sua plantação?


Publicado por:
Somos o software de gestão agrícola que vai revolucionar a forma como você administra a sua fazenda.
Share

O seu endereço de e-mail não será publicado.