administração-agrícola

Share

Afinal de contas, o que é administração agrícola?

Quer saber mais sobre o MyFarm?

Entre em contato e agende uma demonstração com nossos consultores!

Solicitar Teste Grátis

A agricultura se modernizou com o passar dos anos, com o melhoramento dos equipamentos, maquinários e insumos, nesse mesmo caminho a administração das propriedades rurais também precisa se atualizar.

Nesse momento você descobre que:

“O que te trouxe até aqui, não vai te levar adiante”.

Aqui entra a administração agrícola, que vai te ajudar a ter maior controle dos custos, investimentos e a lucratividade da sua fazenda.

Independente se você é um pequeno produtor ou se a sua fazenda é grande, todos precisam implantar a administração agrícola.

O que o produtor rural ganha com a administração agrícola?

A administração agrícola funcionando na sua fazenda, vai permitir que você, possa gerenciar sua fazenda, de uma forma mais segura, baseado em informações e números corretos, afinal de contas, é o que eu sempre falo:

ads

“Se você não conhece os números da sua fazenda, você não conhece sua fazenda”.

Através da administração agrícola você terá a capacidade de responder algumas perguntas, como:

  • Para onde está indo o dinheiro da sua fazenda?
  • A safra realmente deu lucro?
  • Onde é possível reduzir custos na sua Fazenda?
  • Qual talhão foi mais produtivo? Ou colhi mais?
  • Qual é o verdadeiro custo por talhão? Ou custo por hectare?
  • Adubo, agrotóxico e semente, qual a melhor forma de financiar?
  • Vou ter condições de pagar um novo custeio?
  • Quero contratar mão de obra, qual o valor vou conseguir pagar?
  • Está na hora de vender esse maquinário?
  • Quero construir/reformar sede, alojamento, silo, moega, barracão, almoxarifado, etc., vou ter caixa para pagar esses investimentos?

Existe um resultado final que todo produtor rural deseja, acredito que seja o seu caso também, que é chegar no final da safra e ter lucro. Nenhum produtor rural faz o que faz, porque gosta do estresse, das dores de cabeça, de ter insônia, ter que resolver problemas todos os dias, ter que lidar com fornecedor, comprar peças, lidar com funcionário, etc. pra chegar no fim e todo o esforço não gerar lucro.

O poder da agricultura

De acordo com o CEPEA (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada) da Esalq/USP em parceria com a CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil),em 2020 o Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio representou 24,31%.

Vale lembrar, que a posição geográfica do Brasil favorece o agronegócio, colocando o país como um dos principais líderes do mercado agro. Contudo, essa boa notícia, não isenta você de ter na sua fazenda uma boa administração agrícola.

Por conta disso, trabalhar com uma administração agrícola eficiente, pode ajudar você a garantir que suas operações na sua fazenda sejam mais lucrativas para você e para o seu país.

>>> MATERIAL GRATUITO: E-BOOK GUIA COMPLETO PARA GESTÃO AGRÍCOLA <<<

Administração agrícola na prática: 3 passos simples

Administração agrícola envolve algumas áreas, como: logística, comercialização, produção, estoque, recursos humanos, apontamentos/atividades e finanças.

Nesse momento, vamos colocar nossa atenção na área de finanças da sua fazenda, principalmente na parte de custos.

Como implantar a administração agrícola na sua propriedade ainda hoje:

1º Passo – Processos: Tem que ter registro

Ter cada etapa ou atividade do financeiro mapeada e registrada. Registre tudo, eu disse, exatamente tudo que você compra ou vende.

Exemplo 1

No carro, indo pra sua Fazenda, levando 4 funcionários, você para numa lanchonete de beira de estrada, toma um café e paga o almoço de todo mundo, mas você paga em dinheiro. Esse gasto precisa chegar no financeiro, você precisa avisar com o que está gastando

Dica: Mande uma mensagem ou áudio no grupo do financeiro com essas informações: data, valor e descrição ou registre o gasto direto no app do MyFarm que já integra com o financeiro.

Exemplo 2

Provavelmente deve ter nota de compra dentro do carro, notas de calcário que chega lá na sua fazenda, notas que chegam no e-mail, notas que chegam no escritório, notas que esquece em casa, em todo lugar tem nota de compra.

Dica: Deve centralizar isso tudo em um único lugar, onde cada compra feita, deve cair direto no sistema/software do financeiro automaticamente, e o financeiro deve lançar para onde foi gasto essa compra, o sistema/software do MyFarm já faz isso.

2º Passo – Pessoas: Tem que ter alguém para lançar

Pegar toda informação, recebimento e principalmente pagamento, feito através do banco, em dinheiro, cheque ou bater e registrar/lançar tudo no sistema/software. Essa pessoa pode ser você, dono de fazenda, alguém responsável pelo financeiro ou uma empresa de terceirização financeira.

Exemplo 1

Colocar no rodapé da nota a informação para qual maquinário foi feita a compra.

Exemplo 2

Caso não tenha informação no rodapé da nota, fazer uma reunião semanal com o responsável pelas compras, e perguntar para onde foi gasto aquela compra.

3º Passo – Sistema/Software: Tem que registrar/lançar em algum lugar

Você pode lançar essas informações de compra e venda no:

  • Caderno;
  • Excel;
  • Sistema/Software.

Não estou afirmando para deixar de usar, qualquer uma dessas opções citadas acima, apenas faço algumas perguntas. Com as anotações no caderno ou os lançamentos no Excel, dá pra saber:

  • Quantas sacas colheu por talhão? Ou quantas sacas colheu por hectare?
  • Dá pra saber, qual talhão teve a melhor colheita? Em quantidade de sacas?
  • Dá pra saber, qual variedade teve o melhor desempenho?
  • Dá pra saber, onde pode reduzir custos?
  • Dá pra fazer o planejamento da próxima safra?

Toda forma de registro, anotações ou lançamentos, ainda sim é melhor do que não anotar nada. No entanto, tem formas mais rápidas, mais seguras de fazer esses registros, que seria lançar em um sistema/software.

“Se deixar tudo na cabeça, se confiar 100% no seu cérebro uma hora ou outra ele vai te deixar na mão e vai acabar esquecendo alguma coisa.”

Colocando em prática, apenas essas 3 etapas simples, você já tem informação suficiente para tomar algumas decisões e responder algumas das perguntas citadas acima.

Gestão dos custos na sua fazenda

Antes de continuar, eu te pergunto: o que de pior pode acontecer, se você não implantar a administração agrícola na sua fazenda?

Aqui eu faço uma lista de algumas possibilidades:

  • Pode comprometer o sustento da sua família;
  • As famílias dos funcionários dependem disso;
  • Pode se endividar, podendo até negativar seu CPF e/ou CPF da sua família;
  • Ter fornecedores podendo até bloquear suas contas bancárias e ficar todos os dias te cobrando;
  • Ter que vender o seu imobilizado, que levou tantos anos para comprar.

De tudo que foi citado acima, acredita que isso pode acontecer?

Para ter uma chance de poder evitar essas situações, a seguir sugiro algumas mudanças e exemplos de como fazer isso.

Exemplo 1

Precisa registrar tudo o que você compra e que vai usar na lavoura:

  • Despesas com insumos agrícolas: adubos, agrotóxicos e sementes;
  • Despesas de comercialização/venda: impostos, frete sobre venda, ou comissões de corretagem sobre venda, talvez locação de algum maquinário.

Esses são alguns custos que você precisa controlar:

Exemplo 2

  • Despesas com impostos e taxas, como: CREA, INMETRO, INDEA;
  • Despesas com mão de obra: funcionários, comissões/bonificação de safra, diaristas, FGTS/INSS/GPS/IRRF/, férias/vale/adiantamento/rescisões/13º salário;
  • Despesas com a diretoria: deve definir um pró-labore fixo e lançar os gastos particulares também;
  • Despesas com máquinas: peças, manutenção/serviços, pneus, oficina, seguro das máquinas, gerador de energia;
  • Despesas com combustível: diesel, compra de aditivo, óleo de transmissão/motor/hidráulico;
  • Despesas administrativas: energia, água, cartório, internet, celular, fixo, aluguel, certificado digital, contabilidade;
  • Despesas financeiras: taxas/tarifas de bancos, cestas de relacionamentos, IOF, anuidade;
  • Despesas de custeio: empréstimo capital de giro, financiamentos de maquinários, veículos financiados.

Esses são alguns exemplos de como estruturar as contas e suas despesas.

Administração agrícola que gera resultados

Você sinceramente sabe o custo real da lavoura ou o lucro gerado na sua fazenda? Não saber a saúde financeira da sua fazenda, pode levar você no futuro a:

  • Não conseguir pagar as contas em dia e se endividar;
  • Pegar empréstimo sem ter condições de quitar;
  • Financiar os insumos ou alguma operação da lavoura;
  • Comprometer o caixa/lucro da fazenda com custos desnecessários;
  • Correr o risco de perder a propriedade;
  • Ter aumento dos custos fixos da fazenda;
  • Sacrificar a margem de lucro da safra;
  • Pagar mais caro nos custos dos Insumos.

Com o software do MyFarm você poderá ter controle dos custos da fazenda, saber sua rentabilidade entre muitas outras informações.

Vai te auxiliar no gerenciamento de toda a fazenda, ajudando no controle da lavoura, dos maquinários, do estoque e principalmente no financeiro.

administração agrícola - myfarm

Conclusão

Sua fazenda hoje, precisa seguir em frente e dar o resultado que você sempre desejou, mas pra isso, precisa de processos, pessoas e sistema/software.

Nós sabemos que reduzir custos e aumentar a quantidade produzida de sacas por hectare resulta em aumento do lucro no final da safra, mesmo assim tudo precisa ser registrado.

Nesse momento, você já sabe o que precisa fazer para iniciar a implantar a administração agrícola na sua propriedade e que também pode contar com o MyFarm, que está junto com você nessa jornada para entregar os melhores resultados para você tomar as melhores decisões.

Chegado até aqui eu te pergunto:

“O que te impede de começar a implantar a administração agrícola hoje?”


Publicado por:
CEO da Virtus BPO Financeiro, Graduado pela Dale Carnegie Brasil e Administrador.
Share

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *