Beneficiamento de Grãos

Share

Beneficiamento de grãos: etapas e cuidados do processo

Quer saber mais sobre o MyFarm?

Entre em contato e agende uma demonstração com nossos consultores!

Solicitar Teste Grátis

Muitos pensam que o processo de plantio é somente a plantação e a colheita, porém vai muito além disso.

Há todo um preparo do grão para que ele passe na etapa de seleção dos produtos que estão em melhores condições de serem comercializados.

Você sabe como se dá o processo de preparo do grão para a comercialização?

Se a resposta foi sim, muito bom! Mas, se você respondeu não, fique sabendo que preparamos esse artigo para te explicar tudo sobre como o beneficiamento dos grãos da safra pode ajudar na sua lucratividade.

Depois que os grãos são colhidos, precisam ser limpos e selecionados, ou seja, necessitam passar por um processo de beneficiamento.

O beneficiamento é um dos momentos mais importantes para todo produtor rural e precisa ser muito bem planejado e monitorado para que seja feito da forma correta.

ads

Você faz o planejamento do processo de beneficiamento dos grãos da safra da sua propriedade rural?

Se você disse não, leia este artigo até o final para entender a importância do beneficiamento dos grãos.

O que é beneficiamento de grãos

Antes de saber de todos os pontos positivos do uso do beneficiamento, é essencial entender a fundo o significado do que é o processo de beneficiamento de grãos, tão importante para a comercialização das suas mercadorias.

Segundo o Gran Milho, “O beneficiamento é uma das últimas etapas do programa de produção de grãos. Ela consiste na retirada das impurezas de um lote de grãos, que é feita com base na utilização das diferenças físicas dos materiais que compõem o lote original (grãos perfeitos, impurezas ou materiais estranhos e outros). Esse processo de beneficiamento é um dos passos a serem seguidos para obtenção de sementes de alta qualidade numa empresa de sementes.”

O beneficiamento dos grãos é feito até o instante em que se chega ao nível tolerado de danos pela legislação brasileira.

Essa limitação máxima de danos trazida pela legislação não é fixa, e sim variável de acordo com o produto que está sendo comercializado.

Segundo a Aegro, “embora a legislação traga limites máximos tolerados, eles também podem ser especificados pelas empresas, UBGs (Unidades de Beneficiamento de Grãos) ou UBSs (Unidades de Beneficiamento de Sementes).”

Você sabe alguns tipos de matérias estranhas que são retiradas dos grãos no momento do beneficiamento?

  1. Partes de insetos mortos;
  2. Pedaços de terra;
  3. Folhas de plantas.

Essas impurezas que são retiradas dos grãos servem para selecionar os melhores produtos para o consumo ou venda.

Mas, para você fazer a melhor seleção e beneficiamento dos grãos que você plantou é necessário conhecer o passo a passo para um bom beneficiamento.

Que tal você aprender esse passo a passo?

Continue lendo o nosso artigo até o final para entender!

>>> DOWNLOAD GRATUITO: PLANILHA PARA GESTÃO DE INSUMOS AGRÍCOLAS <<<

Conheça o passo a passo do processo do beneficiamento de grão

Você já pensou como as lavouras de alto rendimento conseguem manter a sua boa produtividade?

Como você já sabe, elas se utilizam do processo de beneficiamento de grãos juntamente com a plantabilidade, ou seja, usam a agricultura de precisão em seu proveito.

Para você conseguir ter um bom processo de beneficiamento dos seus grãos, é necessário conhecer e praticar os 7 passos principais do beneficiamento dos grãos.

Você conseguiria me descrever os 7 passos principais que devem ser feitos ao beneficiar o seu grão?

Parabéns, se você sabe. Agora, se você não sabe, fique atento ao que vou te contar agora.

Os 7 passos do beneficiamento são os seguintes:

  1. Recepção: É a primeira etapa do beneficiamento. Nesse momento o grão é destinado provisoriamente ao armazenamento na moega para que depois sejam destinados a pré-limpeza, limpeza ou secagem.
  2. Amostragem:  É importante para averiguar a qualidade dos grãos. Ela deve ser feita de várias profundidades e locais.
  3. Pré-limpeza: Aqui é o momento em que se começa a retirada das impurezas e possui um percentual de 4%. Saiba que nessa etapa é tolerado 1% de presença de outras sementes e zero de material inerte.
  4. Limpeza: Essa etapa acontece no momento em que os grãos passam pela peneira de ar e mesa densimétrica.
  5. Secagem: Aqui é feita a retirada do excesso de água das sementes. A secagem pode ser feita de duas formas, a natural e a aquecida.
  6. Classificação:  É a etapa responsável por padronizar os lotes das sementes já limpas e secas.
  7. Armazenamento: Aqui é importante manter em mente que o grão deve ser armazenado seco a uma porcentagem que seja ideal a cada tipo de cultura plantada.

Todas essas etapas devem ser seguidas de forma rigorosa para que você tenha o resultado esperado.

Depois de fazer todo esse processo é importante que você faça a armazenagem dos grãos de maneira correta para que a qualidade e a plantabilidade sejam mantidas.

Como se dá o armazenamento de grãos

O armazenamento correto dos grãos da sua safra é tão importante quanto seguir corretamente o passo a passo do beneficiamento.

Por isso, separamos esse tópico para te contar como fazer um bom armazenamento e assim manter a qualidade de suas sementes.

Primeiro é preciso entender que o armazenamento de grãos é uma técnica que visa à manutenção das características do grão desde a colheita até a comercialização.

O processo de armazenamento da sua safra pode ser considerado como uma maneira de investimento, já que vai preservar os grãos de alta qualidade dos fatores externos que poderiam trazer prejuízos. 

Para que a preservação seja feita, há diversos tipos de locais para você fazer o armazenamento dos grãos.

Alguns dos locais que você pode fazer o armazenamento dos seus grãos são os seguintes:

  1. Silos metálicos;
  2. Silo de espera;
  3. Silo de concreto;
  4. Silo secador;
  5. Silo armazenador;
  6. Silo de expedição;
  7. Silos bag;
  8. Silos-bolsa;
  9. Armazém graneleiro.

Para você escolher a melhor maneira de armazenar os seus grãos, é essencial levar em conta o custo-benefício e o tipo de cultura que você deseja armazenar.

Depois que escolheu o modo correto de armazenamento, é a hora de entender quais são as principais vantagens do beneficiamento dos grãos.

Vamos lá?

Vantagens do beneficiamento de grãos

O aumento da sua lucratividade começa pela qualidade dos grãos da sua safra e nada melhor que usar todas as técnicas possíveis para alcançar o melhor resultado.

O beneficiamento dos grãos é uma das técnicas que você deve usar e que traz inúmeras vantagens a quem implementa.

Que tal conhecer os principais pontos positivos que você pode observar ao usar o beneficiamento dos grãos?

Vou te contar agora quais são eles. Fique atento!

  1. Aumento da sua produtividade;
  2. Grãos com mais qualidade;
  3. Aumento da taxa de germinação;
  4. Uso eficiente e eficaz do solo;
  5. Maior precisão no seu processo de cultivo.

São benefícios que sempre estão presentes nos objetivos de todos os produtores rurais que visam o crescimento da sua propriedade rural.

Conclusão

O mercado está exigindo cada vez mais qualidade das mercadorias que são plantadas e isso faz com que você precise se adaptar.

Essa adaptabilidade começa no uso da agricultura de precisão e de técnicas que elevem o seu grau de produção.

Uma dessas técnicas é o beneficiamento dos grãos. Através dela, você consegue fazer a limpeza das suas sementes e selecionar as que estão em melhores condições para serem comercializadas.

E aí, você já usou o beneficiamento de grãos na sua lavoura?


Publicado por:
Somos o software de gestão agrícola que vai revolucionar a forma como você administra a sua fazenda.
Share

O seu endereço de e-mail não será publicado.