Colheitadeira de grãos: saiba como escolher a ideal

Share

Colheitadeira de grãos: saiba como escolher a ideal

Quer saber mais sobre o MyFarm?

Entre em contato e agende uma demonstração com nossos consultores!

Solicitar Teste Grátis

Com o avanço tecnológico os maquinários agrícolas vem evoluindo, apresentando melhor performance em campo a cada nova geração.

As colheitadeiras são essenciais, principalmente em médias e grandes propriedades, que facilitam a operação de colheita em curto período de tempo.

Pensando neste tema, separamos algumas informações sobre colheitadeira de grãos. Venha conferir!

Tipos de colheitadeiras de grãos

As colhedeiras, como todos os maquinários agrícolas, vem se modernizando com o desenvolvimento tecnológico.

Com esta modernização houve maior otimização da colheita e maior qualidade dos grãos colhidos.

Com esse avanço, a maioria das colheitadeiras são automotrizes, ou seja, são máquinas independentes, que realizam toda a operação da colheita.

No entanto, pode-se encontrar no mercado colheitadeiras de arrasto, que são tracionadas por um trator ou possuem motor auxiliar.

E também, com menor frequência, colheitadeiras montadas que só funcionam se ligadas ao trator, ou seja, não possuem sistema de motor próprio.

Colheitadeiras de grãos são geralmente automotrizes, podendo encontrar em algumas propriedades, colheitadeiras de arrasto.

Colheitadeiras: A – automotriz e B – arrasto.
Fonte: A-John Deere; B-Agriexpo.

>>> DOWNLOAD GRATUITO: PLANILHA PARA GESTÃO DE INSUMOS AGRÍCOLAS <<<

Colheitadeiras de grãos: modelos

Geralmente as colheitadeiras de grãos automotrizes colhem a maioria das culturas produtoras de grãos como: soja, milho, feijão, trigo, aveia e sorgo.

Para colher diferentes tipos de grãos como de soja, trigo, aveia, feijão e sorgo, é necessário trocar algumas peças que irão depender da marca da máquina.

Ou também pode ser necessário mudar a plataforma de corte como no caso para a colheita do milho.

Muitas colheitadeiras vem com essa versatilidade de mudança de plataforma.

Portanto, os principais modelos disponíveis de colheitadeira de grãos, servirão para várias culturas na sua fazenda.

Antes de você adquirir é importante você responder algumas perguntas, como:

  • Qual o tamanho da minha área?
  • Qual tipo de culturas vou produzir?
  • Qual produtividade esperada destas culturas?
  • Vou colher para terceiros?

Estas e algumas outras perguntas devem ser definidas, para que você escolha o modelo ideal para o que deseja.

Abaixo serão apresentadas as principais colheitadeiras de grãos de algumas marcas disponíveis no mercado.

Colheitadeiras John Deere

As colheitadeiras de grãos da marca John Deere atualmente são da série S, existem diversos modelos disponíveis.

As principais diferenças estão na potência nominal, na capacidade do tanque graneleiro e no tamanho da plataforma de corte.

Estas são divididas em três séries: S400, S500 e S700, as quais possuem alguns modelos. Vamos comentar sobre o menor modelo e maior disponível atualmente no mercado.

S430

O modelo S430 da série S400, é o menor modelo vendido da marca John Deere.

A colheitadeira possui potencial nominal de 201 cv, tanque graneleiro com capacidade de 5500 L.

Vem com o sistema de limpeza DF4, que apresenta maior área de limpeza e baixo índice de perdas, o que gera melhor rendimento operacional.

Além disso, é esta colheitadeira fornece ao operador algumas informações de suas funcionalidades.

É uma colheitadeira ideal para soja, trigo, aveia, feijão, sorgo, milho e outras culturas.

Para áreas pequenas é uma ótima opção de aquisição.

Modelo S430 da marca John Deere.
Fonte: John Deere

S790

É o modelo de maior capacidade e tecnologia disponível pela John Deere.

Apresenta uma potência nominal de 550 cv e capacidade do tanque graneleiro de 14100 L, com plataforma de corte de 45 pés.

A colheitadeira S790 possui o Combine Advisor com ActiveVision, que faz calibrações automáticas garantindo o máximo de produtividade e qualidade.

Essas calibrações e ajustes realizados automaticamente pela máquina aumentam sua performance e economizam tempo.

Além disso, esta colheitadeira vem com sistema de trilha e limpeza Sistema Dyna-Flo Plus, reduz o volume de retrilha em até 28%, sendo mais eficiente que a S430.

É uma colhedora ideal para áreas grandes, e colhe assim com a S430 diversos tipos de grãos.

Modelo S790 da marca John Deere.
Fonte: John Deere

Colheitadeiras Massey Ferguson

As colheitadeiras de grãos Massey Ferguson são divididas em dois tipos, as colheitadeiras híbridas e as axiais.

A principal diferença de uma colheitadeira híbrida para uma axial é o sistema de trilha.

Onde a híbrida a área de trilha (cilindro, batedor e o côncavo) são independentes da área de separação (o rotor).

Já na axial a trilha e separação, não são independentes, acontecem no mesmo espaço (no rotor).

Isto gera menor consumo de combustível por parte das colheitadeiras híbridas, resultando um menor custo por tonelada colhida.

Colheitadeiras Híbridas

Existem três modelos distintos, que diferem no tamanho da plataforma de corte e na potência nominal.

Especificações dos modelos de colheitadeiras híbridas da marca Massey Ferguson.
Fonte: Massey Ferguson

A ventilação de dupla cascada juntamente com o sistema de separação com dois rotores destas colheitadeiras, oferece melhor limpeza dos grãos.

O modelo MF 6690 vem com sistema Multicrop acoplado na máquina, que permite, sem ser necessário mudar componentes adicionais, sair da colheita da soja e já colher arroz, por exemplo.

A única mudança necessária é você configurar, na cabine da máquina, a mudança de cultura.

Para pequenas áreas, o ideal é colheitadeiras menores e para grandes áreas, que necessitam de uma capacidade de colheita maior para maior rentabilidade operacional, o ideal é a MF 6690.

Modelo MF 6690 da marca Massey Ferguson.
Fonte: Massey Ferguson

Colheitadeiras Axiais

Assim como nas híbridas, a colheitadeiras axiais apresentam três modelos que diferem pela potência nominal, capacidade de grãos colhidos e tamanho da plataforma.

Especificações dos modelos de colheitadeiras axiais da marca Massey Ferguson.
Fonte: Massey Ferguson

O sistema Trident tem alinhamento do motor com o rotor, além do rotor ter 80 centímetros de diâmetro e 3,56m de comprimento.

Este sistema garante menor consumo de combustível e melhor desempenho da colheitadeira.

Modelo MF 9695 da marca Massey Ferguson.
Fonte: Massey Ferguson

Colheitadeiras New Holland

As colheitadeiras de grãos da marca New Holland são divididas em três linhas de comercialização, a linha TC, linha TX e linha CR.

Dentro de cada linha há modelos disponíveis de compra, que mudam como por exemplo potência nominal, tamanho da plataforma de corte e tamanho do tanque graneleiro.

Linha TC

A linha TC apresenta alta capacidade de colheita, mantendo a tradição New Holland, com alta capacidade de debulha do sistema de cilindro e separação por sacapalha.

As colheitadeiras apresentam motores hidráulicos independentes que acionam a tração traseira auxiliar, por motores hidra, o que resulta em 30% a mais de tração.

Essa linha é dividida em dois modelos:

  • TC 4.90: com tanque graneleiro de 6050 L e potência nominal de 207 cv;
  • TC 5.90: com tanque graneleiro de 7750 L e potência nominal de 258 cv.

Linha TX

A linha TX difere da linha TC por apresentar debulha por cilindro e separação por duplo rotor.

Além de apresentar diferença no sistema de limpeza, com peneira de tripla cascata que aumenta a eficiência da limpeza e menor quantidade de perdas.

Apresentando dois modelos:

  • TX 4.90: com tanque graneleiro de 6850 L e potência nominal de 207 cv;
  • TX 5.90: com tanque graneleiro de 7750 L e potência nominal de 258 cv.

Linha CR

As colheitadeiras desta linha apresentam o sistema IntelliCruise que tem controle automático da velocidade de colheita, assim a máquina consegue trabalhar sempre na capacidade máxima.

Apresenta também o sistema de duplo rotor que melhora o sistema de debulha e separação dos grãos com menores perdas.

Esta linha apresenta seis modelos diferentes:

  • CR 5.85 evo: tanque graneleiro de 7050 L e potência nominal de 272 cv;
  • CR 6.80 evo: tanque graneleiro de 9000 L e potência nominal de 313 cv;
  • CR 7.80 evo: tanque graneleiro de 10700 L e potência nominal de 378 cv;
  • CR 7.90 evo: tanque graneleiro de 12330 L e potência nominal de 425 cv;
  • CR 8.90 evo: tanque graneleiro de 14500 L e potência nominal de 503 cv;
  • CR 10.90 evo: tanque graneleiro de 14500 L e potência nominal de 639 cv.
Modelo TC 5.90 da marca New Holland.
Fonte: New Holland

Estes são alguns exemplos de colhedoras disponíveis no mercado atualmente, pesquise sempre os preços e facilidades que cada marca pode te oferecer.

E antes de comprar, sempre planeje adequadamente tanto a parte operacional, quanto a parte financeira, para que você faça um bom investimento!

Regulagem da colheitadeira e sua influência na produtividade

Independente da colheitadeira de grãos que você tem a manutenção é fundamental para seu bom funcionamento.

Realizar sempre e de modo correto a manutenção das suas máquinas evita gastos e perdas desnecessárias.

Por isso, antes de escolher uma marca e modelo, verifique quais as marcas possuem na sua região lojas de serviços de pós venda.

Isto é importante pela rapidez e facilidade de consertos e reparos que podem ser necessários.

Além da manutenção, a regulagem tem papel importante na sua rentabilidade, pois evita perdas de grãos e deixa os grãos mais limpos pela limpeza correta.

Estes dois fatores interferem diretamente no valor que você obterá no final da safra.

Má regulagem no sistema de trilha associado a velocidade de deslocamento da colheitadeira apresentou em trabalho perdas de 60 kg/ha de soja.

Outro trabalho demonstra que a má regulagem da abertura do côncavo associado a velocidade gerou perdas de até 24,92 kg/ha.

Então além de ficar atento a manutenção e regulagem, é de grande importância o treinamento do operador da colheitadeira.

Observando e adequando estes e outros parâmetros de regulagem você pode obter a maior eficiência da sua colheitadeira pode te oferecer!

Conclusão

Neste artigo você conheceu mais sobre os tipos de colheitadeiras disponíveis no mercado.

Viu as principais marcas e modelos e suas funcionalidades, destacando que é importante relacionar seus objetivos com a escolha ideal.

E viu a importância de sempre regular corretamente a colheitadeira de grãos para evitar perdas e consequentemente redução da sua produtividade.

Espero que com este artigo tenha te fornecido informações úteis. Quer saber mais sobre o assunto, leia nosso artigo sobre o que você precisa saber antes de comprar um maquinário agrícola.

Até mais!


Publicado por:
Somos o software de gestão agrícola que vai revolucionar a forma como você administra a sua fazenda.
Share

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *