estoque de insumos

Share

Como fazer o gerenciamento do estoque de insumos agrícolas

Quer saber mais sobre o MyFarm?

Entre em contato e agende uma demonstração com nossos consultores!

Solicitar Teste Grátis

O gerenciamento do estoque de insumos agrícolas permite que o produtor rural consiga acompanhar a utilização dos seus insumos, se antecipar aos cenários de escassez e visualizar situações de desperdício.

Neste artigo vamos explicar como é feito esse gerenciamento e seus principais benefícios.

Acompanhe a seguir!

O que são insumos agrícolas?

De acordo com Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) os insumos agrícolas são fatores utilizados na produção, que tem como objetivo nutrir e proteger os cultivos agrícolas. Em geral, eles são classificados em três categorias:

Biológicos: são definidos como materiais orgânicos de origem vegetal ou animal. Alguns exemplos são sementes, mudas, compostos, defensivos ou inseticidas que tem como base organismos vivos (bactérias, fungos e insetos).

Químicos: possuem origem de rochas ou produção industrial. Como exemplo podemos citar o calcário, fertilizantes e defensivos químicos.

ads

Mecânicos: caracterizados pelas máquinas, implementos agrícolas e os equipamentos usados na produção.

Como fazer o gerenciamento do estoque de insumos na agricultura?

A princípio, o gerenciamento do estoque de insumos agrícolas permite que o produtor consiga acompanhar a utilização dos seus insumos, se antecipar aos cenários de escassez e visualizar situações de desperdício.

Veja a seguir como fazer um gerenciamento eficiente do estoque de insumos da sua fazenda!

Defina e organize o local de armazenamento

O primeiro passo é basicamente organizar o local de armazenamento dos insumos. Lembre-se que ele servirá como almoxarifado e precisa ser coberto, arejado e seguro.

Vale ressaltar que o armazenamento de defensivos agrícolas exige um cuidado maior, já que existem exigências relacionadas às documentações, estrutura do local, dentre outros.

Nesse processo de organização, é importante considerar que cada insumo possui características próprias e necessidades de preservação.

Além disso, alguns produtos não podem ser colocados juntos. Quando isso acontece, é preciso reservar locais diferentes e separados para cada insumo.

Defina metas de estoque

Após organizar um local adequado para os insumos, é o momento de definir metas claras e precisas. Isso ajudará a analisar se as ações realizadas estão condizentes com as metas estipuladas.

Dessa forma, é possível tomar decisões assertivas e saber o momento correto de comprar e investir em máquinas e novas tecnologias, por exemplo.

Mantenha o inventário sempre atualizado

Em resumo, o inventário é a relação de todos os itens armazenados no estoque, com as especificações das quantidades de cada produto.

Portanto, na realização de gestão de estoque de insumos é fundamental manter a atualização do inventário para garantir a reposição, sempre que necessário, ou seja, conforme a demanda da fazenda.

Nesse sentido, a atualização do inventário deve ser feita com frequência, visto que, ele vai funcionar como um sinalizador para a realização de reposição.

Fique atento em relação aos custos e às receitas

Outro ponto importante que precisa de atenção é a verificação dos custos e receitas. Em outras palavras, é preciso analisar o valor dos insumos adquiridos e o giro de estoque.

Isso porque o gasto elevado e desequilibrado com o estoque de insumos pode prejudicar a lucratividade do negócio rural.

Além disso, ao calcular o giro de estoque, por exemplo, o produtor rural consegue descobrir o momento certo de fazer novas compras, e consequentemente, controlar os gastos e prevenir excessos de insumos, que podem gerar perdas.

Integre os setores

Uma gestão de estoque eficiente não pode ter falha de comunicação entre os setores. Por isso, a integração entre eles pode influenciar positivamente no gerenciamento de insumos.

Na prática, os setores devem se comunicar e compartilhar informações importantes sobre tudo que envolve o gerenciamento de insumos.

Negocie o abastecimento com fornecedores

No gerenciamento do estoque de insumos, o recomendado é que a quantidade de produtos seja a mais enxuta possível e a reposição seja feita conforme a necessidade. No entanto, isso só é possível a partir da atualização constante do inventário e uma negociação eficaz com os fornecedores.

Dessa forma, o gestor consegue definir prazos, formas de pagamento e negociação de preços. Para isso, é importante pesquisar os melhores fornecedores de insumos e compará-los considerando os seguintes dados:

  • Preço do produto;
  • Localização;
  • Custo do frete;
  • Quantidades mínimas;
  • Flexibilidade oferecida.

Na prática, é fundamental encontrar a melhor estratégia para manter o estoque em níveis mais baixos, sem riscos de falta.

Escolha um sistema de gestão adequado

Um sistema de gestão pode facilitar o gerenciamento de estoque dos insumos. Isso porque além de possibilitar a organização das informações, ele permite o acesso a relatórios precisos sobre o funcionamento desse setor de gestão.

Assim, a partir do conjunto de dados fornecidos pelo sistema, o gestor consegue tomar decisões mais seguras e assertivas.

Na prática, alguns elementos básicos fornecidos por softwares de gestão são:

  • Coluna de entradas;
  • Coluna de saídas;
  • Código do produto;
  • Descrição;
  • Unidade de medida;
  • Especificação de datas: dia, mês e ano;
  • Registro da quantidade de unidades;
  • Registro de custo de cada unidade;
  • Inserção com nome e contato do fornecedor.

Data, quantidade e valores: devem ser registrados tanto na entrada quanto na saída dos produtos.

Registro de entrada: deve ser feito o registro do recebimento de todos os itens.

Registro de saída: deve ser feito conforme as requisições de retirada de materiais. Assim, pode acontecer no processo de venda, em possíveis perdas devido o vencimento, deterioração ou até mesmo furtos.

>>> DOWNLOAD GRATUITO: PLANILHA PARA GESTÃO DE INSUMOS AGRÍCOLAS <<<

Quais são os principais benefícios do gerenciamento do estoque de insumos agrícolas?

Em síntese, o gerenciamento do estoque de insumos agrícolas é fundamental para o bom funcionamento da fazenda. Afinal, ele evita o desperdício e reduz os custos operacionais.

Vejamos a seguir os principais benefícios dessa prática:

Redução de desperdícios e gastos

A princípio, uma grande parte do dinheiro da empresa rural está concentrada no estoque. Por isso, a importância de ter um gerenciamento eficaz para reduzir desperdícios e gastos excessivos.

Na prática, o gerenciamento de estoque de insumos é responsável pode evitar perdas com produtos vencidos ou por armazenamento inadequado, assim como, por compras desproporcionais com a necessidade do negócio.

Melhora do planejamento de compras

No gerenciamento de estoque é possível planejar o momento ideal de repor os insumos, garantindo assim, o equilíbrio financeiro e o bom andamento da produção agrícola.

Como resultado, não haverá gastos desnecessários com produtos que podem ficar parados por muito tempo no estoque.

Aumento da produtividade

Com o estoque equilibrado, a lavoura passa a produzir mais, visto que a fazenda dispõe de todos os recursos necessários para o desenvolvimento saudável das culturas.

Melhora do gerenciamento de rotina

A partir do controle e monitoramento constante dos insumos, a rotina de diversos setores é beneficiada. Assim, quem executa as atividades de manejo da lavoura, por exemplo, consegue maior otimização de tempo por ter sempre as quantidades necessárias disponíveis para o uso.

Enfim, podemos ver que o gerenciamento do estoque de insumos agrícolas é fundamental para o negócio rural, uma vez que ele impacta diretamente nos resultados da lavoura.

Gostou desse conteúdo? Leia também nosso artigo sobre controle de estoque.


Publicado por:
Formada em Jornalismo, pós-graduada em Marketing e especialista em Comunicação Digital, atuo como Analista de Conteúdo no MyFarm. 
Share

O seu endereço de e-mail não será publicado.