Holding Rural

Share

Holding Rural: saiba como pode impactar o futuro do Agronegócio

Quer saber mais sobre o MyFarm?

Entre em contato e agende uma demonstração com nossos consultores!

Solicitar Teste Grátis

O número de propriedades rurais que fecham por causa da saída dos seus fundadores reduziria drasticamente se houvesse a implementação da sucessão familiar através da holding rural.

Isso porque quando se fala em sucessão familiar, a maioria dos herdeiros não estão aptos a assumir os negócios da família.

E essa forma de organização patrimonial ajudaria na manutenção do negócio rural após a saída dos fundadores.

Muitas vezes se observa uma concentração do patrimônio em nome de uma pessoa física em vez que abrir uma pessoa jurídica para assim usufruir de todos os benefícios que ter uma organização oferece. O motivo desse acontecimento é cultural, já que as propriedades do agronegócio brasileiro começam pelo esforço de um membro da família.

Você conseguiria cuidar da propriedade rural de sua família após o afastamento dos fundadores?

Se sim, meus parabéns! Agora se não consegue é melhor pensar na hipótese de constituir uma holding rural.

ads

Mas, primeiro é necessário saber o que é uma holding rural, como e quando criar a sua, dentre outros aspectos que te ajudarão a compreender melhor esse momento.

Ficou curioso? Venha ler esse artigo que preparamos especialmente para você e saiba todos os pontos positivos que a holding rural traz para o mercado do agronegócio.

O que é Holding Rural

A criação do planejamento da organização sucessória da sua lavoura faz com que as atividades da sua empresa continuem em operação.

Essa organização financeira no campo é auxiliada pela constituição de uma holding rural que possui como foco a concentração de todo o patrimônio financeiro e de toda gestão da atividade rural em uma pessoa jurídica.

Segundo a Vallim Advogados, a holding rural é o processo de transferência de titularidade das fazendas de uma família com o intuito de criar um mecanismo para a proteção patrimonial.

Ainda segundo a Vallim Advogados, a constituição de uma holding rural ajuda na criação de uma blindagem patrimonial e não permite que o seu patrimônio pessoal seja afetado caso tenha algum problema externo.

A holding rural também é muito usada para que você esteja com todas as suas obrigações tributárias em dia e assim evite evasões fiscais de sua propriedade.

Falamos muito sobre o que é, mas você saberia como abrir a sua Holding?

Esse é um passo muito importante para você que deseja implantar a sua holding rural para ajudar na organização patrimonial da sua propriedade rural.

Continue lendo o artigo e descubra como constituir a sua holding rural.

>>> MATERIAL GRATUITO: E-BOOK GUIA COMPLETO PARA GESTÃO AGRÍCOLA <<<

Saiba como abrir uma Holding Rural

Segundo a AudCont Contabilidade, a partir da criação de uma holding rural, é possível garantir que patrimônio concentrado nessa pessoa jurídica seja incomunicável, inalienável e impenhorável.

Isso facilita o processo de planejamento tributário e financeiro que você precisa ter no instante da abertura da sua holding rural.

O planejamento que você deve fazer antes de constituir a holding precisa levar em conta alguns aspectos como:

  1. O patrimônio que será juntado a holding rural;
  2. Qual o tipo societário você irá escolher para que possa pagar menos impostos;
  3. Escolher um bom profissional da contabilidade para te ajudar a fazer essa transição.

Lembre-se que o tempo para se abrir e planejar uma holding rural é de médio a longo prazo, então analise a situação da sua propriedade rural para que ela seja constituída com todos os pontos bem esclarecidos com todos na sua linha sucessória.

A holding rural transformou a realidade de muitos produtores rurais, por isso os legisladores colocaram em lei pontos sobre a criação de holding.

Fique atento ao próximo tópico do nosso artigo para saber o que a lei brasileira fala sobre a holding rural.

Conheça o que a lei fala sobre a constituição de Holding Rural

As holdings rurais têm mudado o cenário do agronegócio brasileiro para melhor e em vista disto, os nossos legisladores falaram um pouco sobre a constituição das holdings rurais dentro do ordenamento jurídico brasileiro.

Você tem conhecimento de qual lei brasileira faz menção a criação das holdings rurais?

Essa é uma pergunta complicada, não é mesmo. Mas, vamos explicar certinho para você.

Segundo a Corelaw (Zancaner, Salla, Faustino e Carvalho advogados, “no Brasil, as holdings foram instituídas pela Lei n° 6.404/76 (Lei das Sociedades Anônimas) e estão divididas nos seguintes grupos:

  • holding mista: além de administrar as ações de um grupo de empresas, também explora outras atividades empresariais, podendo ser na área de serviços ou no comércio;
  • holding ativa ou pura: é voltada exclusivamente para a administração de um grupo de empresas, ou seja, seu objeto social é apenas a participação no capital de outras sociedades, atuando como uma controladora e gerando receitas provenientes dos lucros e dividendos de suas participações nas subsidiárias.”

Para escolher o tipo de holding rural que mais seria benéfica para você, é essencial analisar a sua realidade e descobrir a que mais se adaptaria a sua propriedade. Não se esqueça de conversar com toda a sua família para que essa escolha seja feita em conjunto.

Antes de fazer a análise dos tipos de holdings rurais com a sua família, é interessante você compreender todos os pontos positivos que todos podem ter com a implantação da holding rural.

Confira os benefícios que trouxemos para você!

Benefícios da holding rural para o agronegócio

A holding é um processo que traz inúmeros pontos positivos para quem decide fazer a sua blindagem patrimonial.

Porém, é preciso lembrar que a constituição de uma holding rural não te protege de ações ilícitas que possam ocorrer. Então, é preciso que você planeje todas as suas ações da forma correta e dentro das obrigações fiscais.

Com todo o planejamento sendo seguido à risca, a holding pode te trazer diversas vantagens ao longo dos anos.

Os principais pontos positivos que uma holding rural pode trazer a você são os seguintes:

  1. Diminuição da carga tributária a ser paga por você;
  2. Evita que os conflitos decorrentes do seu planejamento sucessório venham a ocorrer;
  3. Você é capaz de ter um retorno sob o capital que investiu na forma de lucros e dividendos que não precisam ser tributados;
  4. O seu patrimônio é blindado nos casos de conflitos de sucessão familiar que possam acontecer;
  5. Você tem o seu patrimônio pessoal resguardado de credores de uma empresa da qual um dos proprietários da holding participe como sócio ou acionista;
  6. A sua negociação em busca de recurso nas instituições financeiras fica mais fácil;
  7. A sua produção pode ser afetada positivamente, já que a capacidade de comercialização e negociação dos seus produtos se torna mais simples;
  8. Você pode usufruir de benefícios fiscais.

São muitos os benefícios advindos da constituição da holding que são capazes de te ajudar a manter economicamente o negócio.

Conclusão

O agronegócio se reinventa cada vez mais através das tecnologias e das novas formas de proteção dos seus patrimônios.

A holding faz parte da novidade que a agricultura brasileira trouxe para você, produtor. Essa novidade auxiliou na redução do fechamento de lavouras após o afastamento dos fundadores da propriedade rural.

Consequentemente fez com que mais fazendas continuassem ativas e trazendo comida à mesa dos brasileiros.

Mas, não somente isso! A holding rural fez com que a comercialização das mercadorias produzidas no campo se tornasse mais fácil para os agricultores.

Diante de todos os benefícios apresentados nesse artigo, fica uma pergunta!

Você já pensou em constituir uma holding rural?


Publicado por:
Somos o software de gestão agrícola que vai revolucionar a forma como você administra a sua fazenda.
Share

O seu endereço de e-mail não será publicado.