Liderança na gestão agrícola

Share

Liderança na gestão agrícola: gestão de pessoas na fazenda

Quer saber mais sobre o MyFarm?

Entre em contato e agende uma demonstração com nossos consultores!

Solicitar Teste Grátis

A liderança na gestão agrícola deve ser desempenhada com o auxílio de uma gestão de pessoas eficiente, capaz de promover o crescimento profissional dos colaboradores da empresa rural.

Neste artigo, vamos explicar o conceito de liderança e gestão de pessoas e mostrar como elas podem ser aplicadas no gerenciamento de propriedades rurais.

Acompanhe a seguir!

O que é liderança e gestão de pessoas?

De um modo geral, a liderança consiste na habilidade de motivar, influenciar, inspirar e comandar um grupo de pessoas para alcançar objetivos.

Sendo assim, um líder competente é aquele que guia, cativa, facilita e percebe as necessidades das pessoas. Além disso, sabe compreender que o seu dever é ajudar cada membro do grupo em seus respectivos trabalhos.

Já a gestão de pessoas é a área responsável por administrar o capital humano das empresas. Nesse sentido, representa um processo que visa melhorar o desempenho dos colaboradores, por meio de técnicas de recursos humanos, que ajudam a conciliar objetivos dos funcionários com as metas da organização.

ads

Contudo, enquanto a liderança possui uma atuação direcionada para a equipe em suas capacidades e necessidades, a gestão de pessoas é mais ampla, pensando nos recursos humanos como parte de um todo.

Gestão Agrícola: quais são as principais características de um bom líder?

Assim como em qualquer área de atuação, a liderança na gestão agrícola deve ser composta por um profissional que consiga prever dificuldades, encontrar soluções e orientar sua equipe.

Essas habilidades podem ser adquiridas e desenvolvidas por meio de treinamentos realizados por gestores das propriedades rurais.

Na prática, as principais características e habilidades recomendadas para o líder que atua na gestão agrícola são:

  • Capacidade de ouvir;
  • Autoconfiança;
  • Poder de decisão;
  • Comunicação clara e transparente;
  • Empatia;
  • Inteligência Emocional;
  • Dinamismo;
  • Criatividade;
  • Capacidade de assumir riscos e responsabilidades.

>>> MATERIAL GRATUITO: E-BOOK GUIA COMPLETO PARA GESTÃO AGRÍCOLA <<<

Quais são as atribuições da gestão de pessoas nas fazendas?

A princípio, a gestão de pessoas tem a responsabilidade de gerenciar os colaboradores da propriedade rural.

Sendo assim, este setor realiza o planejamento de pessoal, seleção, contratação bem como a distribuição de funções na fazenda. No mais, a gestão de pessoas também se responsabiliza pela legalização, controle de pessoal, administração de salários, treinamento e desenvolvimento da qualidade da mão de obra.

Nesse sentido, algumas atribuições da gestão de pessoas na fazenda são:

Orienta: conduz e promove o ajustamento dos novos colaboradores à cultura organizacional.

Explica o cargo: descreve para o colaborador suas funções e as responsabilidades do cargo.

Avalia o desempenho: mensura e acompanha o desempenho do funcionário.

Observa: analisa a qualidade dos serviços prestados e se há redução na produtividade.

Mensura: mede o número de reclamações dos colaboradores.

Ademais, a gestão de pessoas também é responsável por:

  • Estabelecer os planos de carreiras;
  • Promover melhorias no clima organizacional;
  • Promover ações para motivar os colaboradores.

Principais desafios da gestão de pessoas na fazenda

Em síntese, para ter bons resultados na gestão agrícola da fazenda é fundamental ter um manejo adequado das lavouras.

Como esse manejo é executado por colaboradores, a gestão de pessoas tem como desafio encontrar profissionais competentes que tenham conhecimento na área e desenvolvam essa atividade de forma eficiente e correta.

No entanto, não para por aí, mais do que encontrar o colaborador que corresponda às exigências da função, a gestão de pessoas precisa buscar formas de evitar a alta rotatividade na fazenda.

Isso porque, quando um colaborador pede demissão da empresa rural, todo investimento empregado no profissional vai embora junto, e é preciso começar do zero com um novo profissional.

Por isso, a importância de desenvolver um bom trabalho entre a gestão de pessoas e a liderança. Em conjunto, as duas áreas podem promover formas de treinar e valorizar o profissional que trabalha na lavoura.

Dessa forma, será possível gerar resultados técnicos, financeiros e econômicos com menor rotatividade e maior satisfação dos membros que compõem as equipes de atividade agrícolas.

Como fazer a gestão de pessoas na fazenda?

Na fazenda, uma gestão de pessoas eficiente é feita a partir de algumas práticas importantes. Confira a seguir!

Escolha bons líderes

A liderança é um dos pontos primordiais para o sucesso de uma empresa. No setor do agronegócio, o líder é responsável por motivar a equipe, resolver os problemas, além de criar pontes entre a sua área e outros departamentos.

Além disso, ao lidar com a agricultura, o líder precisa estar aberto e atento às inovações tecnológicas da área. Isso inclui trabalhar com sistemas de gestão agrícola, que ajudem a gerenciar o manejo da lavoura e tomar decisões assertivas no negócio rural.

Invista nos funcionários

Muitos agricultores optam por investir em sistemas de gestão agrícola para a fazenda, mas esquecem que seus funcionários precisam de treinamento para mexer nessas ferramentas.

Nesse caso, o recomendado é que os gestores invistam em capacitações, treinamentos e valorização do colaborador.

Essas práticas podem contribuir para a formação de uma equipe engajada que entregue resultados positivos para o negócio rural.

Análise dos resultados

Tão importante quanto escolher bons líderes e investir nos funcionários é analisar os resultados. Afinal, a partir deles, o gestor conseguirá realizar correções dos processos e se antecipar a eventuais problemas.

Além disso, também é importante dar feedbacks para a equipe, a fim de propor melhorias e reconhecer o bom trabalho que ela está executando.

Quais são os principais desafios de gestão e liderança na empresa rural?

Em todo processo de liderança e gestão da empresa rural alguns desafios devem ser enfrentados. Listamos os principais:

Atualização generalizada de padrões e processos

Ser líder de uma empresa rural exige o acompanhamento constante das tendências, soluções tecnológicas e novas práticas no setor.

Nesse cenário, para se manter competitivo e gerar bons resultados é necessário investir na implantação da atualização de padrões e processos, filtrando o que pode ser positivo ou não para o negócio.

Seleção, capacitação e retenção de mão de obra especializada

O processo de seleção, qualificação e retenção de talentos representa um grande desafio para empresas de diversas áreas e com o agronegócio não é diferente.

Afinal, não adianta ter maquinários e softwares de última geração se a empresa não estiver composta por colaboradores motivados, capacitados e engajados com o propósito da organização.

Comunicação interna

Outro grande desafio da liderança e gestão é conseguir promover uma comunicação interna eficaz, onde as informações são transmitidas com clareza e segurança.

No entanto, mais do que se comunicar com os colaboradores é essencial permitir que eles também se comuniquem e exponham suas opiniões.

Em resumo, eles precisam ter voz ativa, autonomia e acesso aos gestores para que as relações não representem uma barreira e sim uma ponte.

Gestão e liderança sistematizadas

Por fim, outro grande desafio é sistematizar e padronizar todos os processos mencionados anteriormente. Isso significa que é necessário adotar métodos de gestão, plataformas digitais e até mesmo cursos de qualificação.

Enfim, conseguiu entender como é importante o papel da liderança e gestão de pessoas na gestão agrícola de uma fazenda? Então, continue aprendendo no nosso artigo sobre administração rural.


Publicado por:
Formada em Jornalismo, pós-graduada em Marketing e especialista em Comunicação Digital, atuo como Analista de Conteúdo no MyFarm. 
Share

O seu endereço de e-mail não será publicado.