perfil-do-solo

Share

Entenda a importância de conhecer e construir o perfil do solo

Quer saber mais sobre o MyFarm?

Entre em contato e agende uma demonstração com nossos consultores!

Solicitar Teste Grátis

O solo, mais do que a camada superficial da terra, é definido como o substrato que contém matéria orgânica e é capaz de sustentar plantas.

O solo é formado pela decomposição das rochas.

É o componente natural essencial para a produção de alimentos, energia e fibras.

Mesmo com todo avanço tecnológico da agricultura, dependemos do solo. Pois é nele que estão contidos os nutrientes necessários ao desenvolvimento dos cultivos.

Os solos são compostos em sucessão vertical de camadas horizontais. Essas camadas se formaram de diversos processos ao longo dos anos. Como a erosão, ação da água, microrganismos e ventos.

E o perfil do solo, é o conjunto dessas camadas em sucessão. Assim, o perfil do solo é a seção vertical que se inicia na superfície do solo até chegar na última camada próximo a rocha.

ads

Ou seja, o perfil pode ser formado de diversos horizontes do solo, que são as diferentes camadas que o constitui.

Ao observar o perfil do solo, identificamos algumas camadas típicas. A primeira camada é a mais superficial, contém resíduos como folhas, raízes e flores. Sendo definido como horizonte orgânico formado a partir da decomposição de materiais orgânicos.

O horizonte abaixo da camada superficial, é constituído também por material rico em matéria orgânica e por minerais da rocha mãe. A rocha mãe é a rocha que se decompôs e deu origem ao solo.

Após é encontrado o horizonte mineral do perfil do solo, é nesse horizonte que são coletadas as amostras de solo para a análise química. Pois a sua composição é essencialmente formada por minerais, com a acumulação de argila.

A camada abaixo desse, é constituído por zona de transição entre o solo e a sua rocha formadora. É formado por sedimentos maiores e outros menos decompostos, representa o processo de decomposição da rocha.

perfil-do-solo
Conheça as camadas do solo

>>> DOWNLOAD GRATUITO: PLANILHA PARA GESTÃO DE INSUMOS AGRÍCOLAS <<<

De acordo com o tipo do solo é possível identificar outros horizontes. E os elementos do solo costumam seguir a combinação de diferentes características como: tipo de rocha mãe, idade do solo, sedimentos vindos de outras áreas e presença de matéria orgânica.

Se considerarmos a profundidade, os solos são divididos em rasos, com menos de 50 cm, semiprofundos de 50 a 100 cm e profundos de 100 cm a 200 cm. Além do muito profundo com mais de 200 cm de profundidade.

Pela drenagem, eles são divididos em excessivamente drenados, bem drenados e mal drenados. E outros critérios que originam nomes como latossolos, luvissolos, solos argilosos e solos areníticos.

Os latossolos são solos velhos, e possui o horizonte latossólico característico de argilas com predominância de óxido de ferro. Apresenta baixa fertilidade, boas condições físicas para uso agrícola e baixa retenção de umidade.

Os latossolos são solos de maior ocorrência no país. Estão distribuídos sobre amplas superfícies. E está associado normalmente a relevos planos. Por causa, das boas condições físicas apresentam alto potencial para produção agrícola.

São largamente utilizados para cultivo de grãos, como: soja, milho e arroz. Sua limitação é relacionada a baixa fertilidade. Logo, o manejo dos latossolos é a adoção de correção da acidez.

Luvissolos são solos formados por material mineral e apresenta horizonte com argila. Estes solos variam de bem a imperfeitamente drenados, são pouco profundos de 60 a 120 cm, com nítida diferença entre os horizontes.

Fonte: Parque CienTec da USP

São moderadamente ácidos, identificados nas áreas de clima seco, possui alta fertilidade natural, logo, tem potencial para uso agrícola.

Os solos argilosos, são solos pesados, possuem coloração vermelho escuro e retém muita água. O manejo do solo argiloso é diferente daquele que deve ser empregado em solos de outras classes.

O mau manejo do solo argiloso conduz a compactação e apresenta limitações a adoção do sistema de plantio direto, por causa da suscetibilidade a compactação ocasionada pelo tráfego de máquinas.

Os solos arenosos são formados de rochas areníticas. São solos leves e se destacam pela grande proporção de areia em sua composição. Esse solo se distribui em extensas áreas do país. E é deficiente em nutrientes, além de pouca retenção de água.

Por que é importante conhecer o perfil do solo?

O perfil do solo é utilizado com objetivo de classificação dos solos. De acordo com as características do perfil do solo é capaz de identificar e comparar atributos definidos pela Chave do Sistema Brasileiro de Classificação dos Solos.

A chave de organização é dividida em seis níveis categóricos. Com o seu resultado é possível definir o tipo de solo, tomar decisões como a escolha do tipo de cultivo a ser realizado na área avaliada.

Como realizar a análise e classificação do perfil do solo?

Em primeiro lugar é necessário identificar o horizonte superficial e o abaixo dele no perfil do solo. A caracterização desses horizontes, sua ausência ou presença é que vai definir a classificação do perfil do solo.

No intuito de realizar a classificação são cavados buracos de 2 metros de profundidade e 1,5 de comprimento por 1,5 m de largura. A face de um lado desse buraco recebe o nome de perfil do solo.

O perfil do solo é formado por camadas paralelas à superfície do terreno, as quais são chamadas de horizontes. Esses horizontes variam quanto a cor, espessura, tipo de estrutura e textura.

Para classificação deve se atentar a essas características do solo e coletar amostras dos horizontes, que serão levadas para laboratórios para determinações.

As observações de cor, textura e estrutura dos horizontes realizadas na fazenda e os resultados de laboratório contribuem para classificar o solo.

De modo geral, todo processo de identificação se inicia no campo, por meio de observações do perfil do solo. E de acordo com essas observações se compara com padrões definidos no Sistema Brasileiro de Classificação dos Solos.

Pois, determinado solo apresenta o mesmo conjunto de características, independentemente de qualquer estado brasileiro.

Por meio da classificação dos solos se realiza o mapeamento da sua distribuição no território brasileiro, e assim define os locais mais adequados aos diferentes tipos de cultivo. Além dos manejos mais adequados a cada região.

Dessa forma, vimos o por que é importante o estudo e a definição do perfil do solo para a prática agrícola.

Perfil do solo

O solo bem formado e não alterado pela atividade humana tem o seu próprio perfil.

As camadas superiores do perfil do solo são geralmente de cor mais escura que as camadas inferiores. Esta diferença de cor é por causa da acumulação de matéria orgânica.

As camadas inferiores apresentam, comparativamente, menos matéria orgânica do que as que se encontram próximas da superfície.

A espessura dos horizontes depende das condições climáticas. E as diferentes camadas constituintes do perfil do solo nem sempre estão perfeitamente distintas.

Classificação do perfil do solo

Você deverá prosseguir na chave para classificar o solo de acordo com as comparações dos aspectos individuais verificados no perfil do seu solo. Algumas definições são importantes para você classificar o perfil do solo a partir da chave:

Atributos diagnósticos

Os atributos diagnósticos relacionam-se as características próprias do solo em estudo. No Sistema Brasileiro de Classificação dos Solos, os atributos são definidos como diagnósticos e são relacionados a propriedades identificadas no perfil.

Horizontes diagnósticos

São classificados como horizonte diagnóstico quando atendem, com finalidade de definição os critérios estabelecidos pelo Sistema Brasileiro de Classificação dos Solos.

Tanto os atributos como os horizontes diagnósticos identificados no perfil do solo estão relacionados a características que melhor expressam a sua formação. E fornecem informações essenciais para o manejo e uso agrícola dos solos.

Conhecer o perfil do solo da sua fazenda é um passo muito importante, seja para maior eficiência do seu cultivo e qualidade da sua produção.

Pois a constituição do seu solo, influência na sua colheita, visto que o solo é a base para seu cultivo e ao conhece-lo melhor pode te garantir melhores resultados.

programa de pontos do produtor rural - myfarm


Publicado por:
Somos o software de gestão agrícola que vai revolucionar a forma como você administra a sua fazenda.
Share

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *