Pulverizador agrícola: saiba como escolher o seu

Share

Pulverizador agrícola: saiba como escolher o seu

Quer saber mais sobre o MyFarm?

Entre em contato e agende uma demonstração com nossos consultores!

Solicitar Teste Grátis

O pulverizador tem um papel fundamental para a produção agrícola, uma vez que é utilizado para distribuir agroquímicos, nutrientes e fertilizantes na lavoura.

Seu uso contribui para uma distribuição correta e precisa, além de garantir a fácil absorção por parte das culturas.

Escolher o equipamento ideal, pode ser um desafio, afinal existe uma série de fatores que devemos levar em consideração no processo de compra.

Portanto, se você quer escolher o seu, mas ainda tem dúvidas, leia até o final.

Vamos lá?

Para que servem os pulverizadores agrícolas?

Em síntese, os pulverizadores agrícolas são equipamentos utilizados para distribuir uma substância líquida em partículas minúsculas sobre a plantação.

Sendo assim, eles servem para distribuir agroquímicos, nutrientes e fertilizantes na lavoura. De modo geral, eles contribuem para a fácil absorção das substâncias e a distribuição na mesma medida em uma quantidade correta nos locais necessários.

Seu uso é indicado para combater pragas, doenças, insetos bem como para nutrir e fertilizar as culturas.

>>> DOWNLOAD GRATUITO: PLANILHA PARA GESTÃO DE INSUMOS AGRÍCOLAS <<<

Por que utilizar o pulverizador agrícola?

O pulverizador agrícola contribui de forma considerável para os resultados da lavoura. Isso porque, com ele, o produtor consegue aumentar a eficiência ao mesmo tempo que aplica a quantidade exata de produto na plantação.

Além disso, ele auxilia na redução de gastos com insumos nas culturas. Diante disso, o pulverizador representa um aliado para aprodução agrícola.

Quais são os tipos de pulverizadores?

A princípio, os pulverizadores podem ser classificados em manuais, elétricos ou por combustível. Entretanto, dependendo do tamanho da lavoura pode ser necessário utilizar tipos específicos do equipamento.

Conheça os diversos tipos de pulverizadores e entenda como eles funcionam!

Costal

Primeiramente, ele lembra uma mochila, visto que é carregado nas costas, pois é composto por um reservatório com alças. Mesmo sendo pequeno, pode funcionar por meio de acionamento manual, elétrico ou combustível.

Ademais, como ele precisa ser carregado e manuseado por um operador, é inviável utilizar esse pulverizador em grandes extensões de terra.

Pistola

As pistolas de pulverização trabalham com ar comprimido, sendo que podem ter acionamento manual e elétrico.

O modelo manual é indicado para quem possui hortas, jardins e pomares.

De barra

Esse tipo de pulverizador possui uma barra com múltiplas pontas que podem ser montadas em um trator. Em virtude disso, pode cobrir grandes áreas em um intervalo de tempo pequeno.

Dessa forma, o pulverizador de barra é recomendado para grandes lavouras, que precisam de manutenções eficientes. A barra normalmente é usada em culturas anuais, tais como soja, milho, trigo, batata e horticultura no geral.

Atomizadores

Nos atomizadores, o produto pode atingir longas distâncias, uma vez que é pulverizado sobre a plantação por meio da força de uma corrente de ar em grande velocidade. Eles são mais utilizados em culturas perenes, por exemplo, café e laranja.

Como escolher o pulverizador agrícola ideal para sua fazenda?

Em resumo, a escolha de um pulverizador deve levar em conta uma série de fatores. Veja a seguir quais são eles!

Tipo de cultura

O tipo de cultura representa um fator determinante no momento da escolha. Dessa forma, para culturas anuais, as barras acopladas a um trator costumam ser mais utilizadas. Por outro lado, as culturas perenes o ideal é optar pelo atomizador.

Área

Assim como o tipo de cultura, a área a ser pulverizada deve ser avaliada, uma vez que ela vai determinar qual máquina deve ser utilizada, considerando a capacidade, além da quantidade de equipamentos necessários.

Nesse sentido, quanto maior a área, maior deverá ser a capacidade de armazenamento. Assim, para pulverizadores do tipo barra, existem máquinas com capacidade entre 400 e 4500 litros.

Já para os atomizadores, a capacidade das máquinas não varia muito. Diante disso, a área da plantação vai determinar a quantidade de pulverizadores necessária.

Contudo, qualquer que seja a cultura, é preciso dimensionar a lavoura para definir qual ou quais são os pulverizadores ideais e quantos serão necessários.

Fornecedores

Por fim, escolher com cuidado o fornecedor pode garantir a qualidade do equipamento bem como o acesso as peças de reposição sempre que for necessário.

Portanto, opte por um fornecedor que demonstre interesse em oferecer qualidade e se tornar um parceiro na resolução dos problemas de quem atua no campo.

Com informações sobre os modelos disponíveis, dimensionamento correto da lavoura e o apoio de bons fornecedores, não tem como errar na escolha do pulverizador ideal.

Cuidados básicos para garantir o bom desempenho do pulverizador agrícola

Faça manutenção preventiva

A manutenção preventiva vai permitir que o equipamento esteja sempre em boas condições para o uso.

Sendo assim, é importante seguir as orientações do manual do pulverizador a fim de evitar problemas futuros. Até porque, como o equipamento fica parado por um período, podem ocorrer ressecamentos, rachaduras em mangueiras, peças desgastadas, entre outros defeitos.

Nesse sentido, é preciso estar atento ao agendamento e controle dessas manutenções, além de assegurar que elas sejam realizadas nas datas previstas.

Vale destacar, que as pulverizações devem ocorrer em momentos específicos no ciclo da cultura, ou seja, muitas delas não poderão ser adiadas por conta de consertos do pulverizador.

Guarde o pulverizador em ambiente fechado

Como o pulverizador é formado por elementos de plástico e borracha, está sujeito a danos causados pela exposição ao sol e chuva. No caso de ressecamento, por exemplo, o equipamento pode ter a vida útil reduzida bem como problemas de uso.

Por isso, o recomendado é separar um ambiente fechado para guardar o equipamento.

Controle possíveis vazamentos

Monitorar os possíveis vazamentos deve ser feito tanto na manutenção preventiva como durante o uso. Afinal, esse tipo de problema implica no desperdício de produto, na perda de qualidade na aplicação e na contaminação ambiental.

Sendo assim, é importante analisar a causa do vazamento, que pode ocorrer por diversos fatores como danos nas peças e reparos feitos de modo inadequado.

Assim sendo, monitore principalmente as mangueiras, conexões do circuito de pulverização, bomba e mexedor mecânico.

Limpe o pulverizador

A limpeza é muito importante para a conservação correta do pulverizador. Por isso, não deixe restos de calda armazenada no tanque, nem mesmo de um dia para outro.

Isso porque a calda com defensivos pode danificar o pulverizador por efeito corrosivo, bem como, causar entupimento de bomba, de mangueiras e de pontas de pulverização.

Utilize pontas de pulverizações em perfeitas condições

Em síntese, a qualidade das pontas de pulverização é decisiva para uma aplicação eficiente. Então, para evitar desgastes, é importante monitorá-las uma vez que algumas pontas são feitas de materiais mais resistentes que outras.

Além disso, operar com pontas desgastadas vai impactar em baixa qualidade de aplicação, desuniformidade de proteção e desperdício de produto.

Ademais, é importante destacar que, caso ocorra problemas com pontas entupidas, não é recomendado tentar desobstruir utilizando a boca ou objetos pontiagudos como agulhas ou arame.

O motivo é simples, objetos metálicos causam desgaste e danificam a ponta, podendo inviabilizá-la para uso. Assim, o correto é utilizar jato de ar ou uma escovinha macia destinada para essa finalidade.

Use filtros adequados às pontas e ao tipo de produto

Os filtros funcionam como uma barreira contra as pequenas impurezas, que poderiam obstruir a ponta. No entanto, os filtros não podem obstruir a passagem do produto.

Dessa forma, o ideal é adequar o filtro ao tipo de ponta que está sendo usada e também ao tipo de calda que será aplicada.

Nesse sentido, as formulações pó-molhável (PM) ou suspensão concentrada (SC),por possuírem partículas sólidas em suspensão na calda, podem apresentar problemas quando utilizadas com filtros de malha muito fina, uma vez que partículas de pó podem ficar retidos, formando uma pasta que pode obstruí-lo. Isso exigirá do operador, paradas para limpeza de bicos com frequência.

Tipos de malhas utilizadas na aplicação de produtos por meio do pulverizador agrícola
Fonte: Agro Bayer

Monitore o funcionamento do agitador de calda

É sim, possível misturar diferentes defensivos no tanque do pulverizador para a aplicação. No entanto, é necessária uma correta preparação desta calda para não comprometer a qualidade.

Para isso, é necessário considerar a ordem de colocação dos produtos e a agitação da calda para homogeneização. Melhor dizendo, produtos com formulações sólidas devem ser adicionados primeiro e bem misturados para obter-se total homogeneização e evitar que sejam decantados.

Se esta etapa for mal feita, podem ocorrer problemas na bomba e obstrução de pontas e filtros.

Portanto, caso o agitador do pulverizador funcionar com pouca eficiência e ocorra a adição produtos sólidos, uma alternativa é fazer uma pré-mistura antes de adicionar ao tanque do pulverizador.

Regule o equipamento e faça calibragem

A princípio, a regulagem exerce o papel de preparar o equipamento para atender a uma determinada necessidade como escolha das pontas, a adequação do espaçamento entre bicos, o volume de calda a ser aplicado, entre outros.

Já na calibragem, é realizada a avaliação do equipamento a fim de verificar se está atendendo ao que foi regulado e se foram feitos ajustes finos na pressão para deixá-lo pronto. Nessa fase, por exemplo, instalar um manômetro para verificar a uniformidade da pressão das barras de pulverização é uma prática recomendada.

Contudo, um equipamento bem regulado e calibrado garante uma aplicação eficaz. Do contrário, pode-se comprometer o desempenho dos produtos e reduzir a produtividade da cultura.

Gostou de aprender um pouco mais sobre pulverizador agrícola? Preparado para fazer sua escolha? Aproveite e leia nosso artigo sobreimplementos agrícolase fique por dentro de todas as novidades do mercado.

Até a próxima!


Publicado por:
Somos o software de gestão agrícola que vai revolucionar a forma como você administra a sua fazenda.
Share

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *