semeadura da soja

Share

Semeadura da soja: aprenda a fazer os cálculos e outras dicas!

Quer saber mais sobre o MyFarm?

Entre em contato e agende uma demonstração com nossos consultores!

Solicitar Teste Grátis

A semeadura é uma das operações mais importantes na agricultura, assim como seus insumos.

Saber o que é importante considerar neste momento e como fazer corretamente, certamente fará diferença.

Os cálculos devem ser realizados no planejamento inicial, ou seja, antes de realizar a semeadura da soja, seguindo as informações adequadas para cada região e cultivar.

Somente tendo um bom planejamento e cálculos corretos, você consegue obter das plantas sua produção esperada.

Pensando em te ajudar nestes cálculos de forma simples e didática, separamos este conteúdo para você. Venha conferir!

Cálculos importantes antes da semeadura da soja

Para a semeadura da soja ser realizada de modo correto, sem perdas e gastos desnecessários, alguns cálculos devem ser feitos.

ads

Antes de instalar uma cultura em campo, o planejamento é fundamental, e com ele vem as algumas decisões e cálculos.

Veja os principais cálculos a serem realizados durante o planejamento de instalação de uma lavoura.

Cálculo da semeadura da soja

Para a quantidade de sementes a serem utilizadas em 1 hectare, o cálculo pode ser realizado com a seguinte fórmula:

Abaixo são explicados cada fator que compõem o cálculo e como são obtidos.

  • Densidade de semeadura e espaçamento

A densidade de semeadura é definida como a quantidade de plantas em uma determinada área.

Desse modo, é necessário saber quantas plantas é necessário por metro, para posterior cálculo da taxa de semeadura.

A soja é uma cultura que apresenta grande adaptabilidade a densidade populacional de plantas. Esta plasticidade é variável entre os cultivares.

Isso porque, as plantas em espaçamentos maiores conseguem ramificar mais, produzindo mais vagens e ocupando os espaços na área.

Entretanto, a densidade de plantas deve ser de modo adequado, pois mesmo a soja tendo plasticidade, grande quantidade de plantas por metro pode causar acamamento, e pouca pode demorar a fechar as entrelinhas.

Assim, os espaçamentos mais adequados variam de 40 a 50 cm entre linhas com uma população final de 200 a 300 mil plantas por hectares.

A escolha da densidade vai depender da região de produção e do cultivar utilizado, siga a recomendação!

Exemplo de recomendação de população de plantas em função da região, cultivar HO Iguaçu IPRO.
Fonte: HO Genética

Veja o exemplo de cálculo da densidade de semeadura da soja:

  • Porcentagem de germinação e peso de 100 sementes

Com determinado este valor, os outros dados como peso de 100 sementes e germinação são encontrados no rótulo da embalagem de comercialização das sementes.

Exemplo dos dados obtidos na embalagem de sementes de soja
Fonte: Seed News

Para o cálculo quantidade de sementes por hectare utiliza-se Peso de 100 sementes, nas embalagens as vezes vem peso de 1000, tem que converter este valor fazendo uma regra de três simples, veja:

Portanto, fique atento nas unidades!

Com todas as informações obtidas, basta realizar o cálculo da quantidade de sementes por hectare que você utilizará.

Desse modo, para semear um cultivar com densidade de 300 mil plantas, com espaçamento de 40 cm, germinação de 80%, peso de 100 de 19,2 g e 10% de segurança, você gastará 79,2 kg/ha de sementes.

>>> DOWNLOAD GRATUITO: PLANILHA PARA GESTÃO DE INSUMOS AGRÍCOLAS <<<

Cálculo da regulagem da plantadeira de soja

Sabendo a quantidade de semente que irá utilizar por hectare, o próximo passo é regular a plantadeira/semeadora.

Entretanto, antes deste cálculo é necessário determinar a taxa de semeadura.

  • Cálculo da taxa de semeadura da soja

A taxa de semeadura é a quantidade de sementes viáveis você terá que semear para obter seu estande.

Quanto maior a qualidade da semente, maior seu poder germinativo e menor quantidade de sementes serão utilizadas.

A germinação mínima exigida por Lei é de 80%, e como viu, sua informação é obtida no rótulo da embalagem de sementes.

Pelo exemplo dado acima, veja como é o cálculo da taxa de semeadura:

Com esta informação, você regula a semeadora para que ela deposite no solo a quantidade de semente obtida.

  • Cálculo da regulagem da plantadeira/semeadora de soja

Para fazer uma boa regulagem saber o tamanho da semente que comprou é importante para escolha do disco.

Algumas empresas de venda de sementes indicam o disco a ser utilizado para determinado tamanho.

Na própria semeadora ou nos manuais da máquina, vem as informações de regulagens das engrenagens para que você obtenha a quantidade desejada de sementes no solo.

Exemplo de regulagens possíveis na semeadora, em função das engrenagens
Fonte: Manual do Operador

Escolha a combinação de engrenagens que te dará o valor igual ou mais próximo do desejado.

K1 e K2 são as engrenagens de regulagem, também denominadas de como motora e movida.

Pelo nosso exemplo a taxa de semeadura da soja deverá ser de 15 sementes por metro, neste caso da figura acima, a regulagem que mais se aproxima seria K1-16 e K2-19.

É necessário conferir se a regulagem está adequada. Para isto, basta andar 10 metros com a semeadora e verificar se caiu 15 sementes por metro.

Lembre-se que a velocidade de deslocamento interfere na deposição da semente no solo!

Se a quantidade que caiu não foi a desejada, e a máquina não tiver caixa de engrenagem, troque o disco, caso tenha caixa, mude a regulagem das engrenagens.

Cálculo expectativa de produtividade

Para calcular a expectativa de produtividade de soja por hectare, você necessita de saber:

  • Número de plantas por área

Você precisa saber o espaçamento utilizado e contar as plantas de soja presentes em 10 metros lineares, ou as plantas de 4 linhas em 2,5 m cada.

Veja o exemplo a seguir:

  • Número de vagens por plantas

Faça a média de vagens por plantas, para isso, arranque 10 plantas consecutivas e conte as vagens. Como exemplo:

  • Número de grãos por vagem

Para estimar este valor, conte os grãos de uma quantidade determinada de vagens, acima de 50 vagens é recomendado. Geralmente a média fica em 2,5 grãos por vagem. Observe o exemplo abaixo:

Semeadura da soja: aprenda a fazer os cálculos e outras dicas!
  • Peso de 1000 grãos

Você pode utilizar o valor que veio no rótulo da embalagem da semente, ou pode estimar.

Para isso, dos grãos que você contou na determinação de grãos por planta, determine o peso de 100 grãos e faça uma regra de três para determinar de 1000. Exemplo:

Agora basta estimar a produtividade, utilizando a seguinte fórmula:

Para ter maior confiabilidade destes valores, realize a avaliação de plantas em mais de um ponto dentro do talhão. Depois basta tirar a média das estimativas feitas do talhão.

Cuidados durante a operação de semeadura

Para que você tenha bons rendimentos, o acerto no momento da semeadura da soja é fundamental, para isto veja algumas dicas abaixo:

  • Utilizar sementes de alta qualidade;
  • Realizar o tratamento de sementes;
  • Regular corretamente a plantadeira/semeadora, para semente e adubo;
  • Utilizar a quantidade necessária de adubo, seguindo a necessidade da soja;
  • Semear na profundidade adequada para sementes de soja, de 3 a 5 cm;
  • Cuidado com a velocidade no momento da semeadura, ideal de 4 a 6 km/h;

Se o clima for favorável, e você realizar estas recomendações aliadas a um manejo correto da lavoura, sua cultura responderá com altas produtividades.

Conclusão

Neste artigo você viu os cálculos a serem realizados antes da semeadura da soja.

Viu os passos que devem ser realizados e para saber a quantidade de sementes que deverão ser compradas, isto te ajuda a evitar gastos desnecessários.

Ainda neste artigo, você pode ver o que precisa saber para poder regular corretamente a plantadeira/semeadora.

Soube também os dados necessários para estimar a produtividade da lavoura antes da colheita.

Além disso, viu alguns cuidados e recomendações que você deve ter no momento da semeadura, para que tenha ótima produção.

Não esqueça, fique atento nas unidades dos cálculos, um valor fora da unidade correta causará grandes erros!

Espero que os cálculos tenham sido explicativos e didáticos. Se ainda restou alguma dúvida deixe seu comentário abaixo.

Quer saber mais sobre a qualidade das sementes e sua importância na produção? Clique aqui!

Até mais!


Publicado por:
Engenheira Agrônoma pela Universidade Estadual de São Paulo (UNESP),mestre em Sistemas de Produção pela pela mesma instituição. Doutora em Fitotecnia pela Universidade de São Paulo (ESALQ/USP).
Share

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *