Agricultura Regenerativa

Share

Como a agricultura regenerativa dá bons resultados a longo prazo

Quer saber mais sobre o MyFarm?

Entre em contato e agende uma demonstração com nossos consultores!

Solicitar Teste Grátis

O desenvolvimento sustentável é uma das pautas mais faladas e é fácil entender o porquê. O efeito estufa vem afetando a vida de todos no planeta.

A agricultura, como o caminho para a alimentação mundial, vem sendo muito influenciada por toda essa instabilidade ambiental e climática.

Para melhorar os manejos utilizados nos processos produtivos, os pesquisadores da área vêm buscando novos caminhos para a agricultura.

Como resultado dessa pesquisa, houve o desenvolvimento da agricultura regenerativa.

Você sabe o que essa nova forma de agricultura propõe para você, produtor rural?

Não sabe, mas está curioso para conhecer?

ads

Leia até o final esse artigo que preparamos exclusivamente para você.

O que é agricultura regenerativa

A tecnologia está cada vez mais presente na agricultura brasileira e isso se deve à necessidade de acompanhar a mudança de pensamento que há na sociedade.

Atualmente, todos estão buscando formas de crescer e ao mesmo tempo cuidar da natureza, pois percebemos que o efeito estufa é real e é preciso retardar os seus danos.

E a realidade da agricultura brasileira não seria diferente. Os pesquisadores especializados na área estão sempre buscando novas maneiras de aumentar o rendimento e a lucratividade sem deixar o meio ambiente de lado.

A partir dessa preocupação ambiental originou-se a agricultura regenerativa.

Você já ouviu falar desse termo?

Bom, é uma forma de plantio que está cada vez sendo mais utilizado pelas grandes propriedades rurais que desejam se manter produtivas.

Por isso, trouxemos para você um conceito de agricultura regenerativa trazida pela Ecycle.

Segundo a Ecycle, “o termo “agricultura regenerativa” foi cunhado pelo americano Robert Rodale, que utilizou teorias de hierarquia ecológica para estudar os processos de regeneração nos sistemas agrícolas ao longo do tempo. É um conceito ligado à possibilidade de produzir recuperando os solos. Sua proposta visa a regeneração e manutenção de todo o sistema de produção agrícola, incluindo as comunidades rurais e os consumidores. Essa regeneração da agricultura deve levar em conta, além dos aspectos econômicos, as questões ecológicas, éticas e de igualdade social.”

A agricultura regenerativa visa manter a biodiversidade ambiental e fazer o resgate dos solos que estão enfraquecidos nutricionalmente.

Com isso, ela ajuda a manter a segurança alimentar e a trazer novas formas de manejo nas plantações para que elas não degradem o meio ambiente.

Agora que você entendeu o que é a agricultura regenerativa, é o momento de conhecer como funciona esse novo manejo do solo.

Continue com a gente para compreender ainda mais sobre essa nova maneira de cultivar.

>>> DOWNLOAD GRATUITO: PLANILHA PARA GESTÃO DE INSUMOS AGRÍCOLAS <<<

Descubra como é feita a agricultura regenerativa

É essencial cuidar do solo da sua propriedade rural, por isso trouxemos aqui como é feita a agricultura regenerativa para você poder utilizar em sua lavoura.

Segundo a Um Só Planeta, “a Agricultura Regenerativa é um sistema baseado em processos naturais, selecionando estrategicamente espécies de serviço no sistema como por exemplo: capim mombaça, brachiaria, crotalaria e árvores específicas para produção de bioinsumos locais, diminuindo a dependência externa e o consumo de água. Enquanto, a agricultura convencional exaure o solo, pressiona os ecossistemas e depende cada vez mais de defensivos químicos, deixando o agricultor em uma situação socioeconômica vulnerável.”

Por ser uma agricultura baseada em produção sustentável, você pode praticar a agricultura regenerativa com as seguintes ações:

  1. Praticar rotação de cultivos;
  2. Diminuir a quantidade de arado no solo;
  3. Reduzir a aplicação de fertilizantes;
  4. Fazer o uso de plantas de cobertura em sua propriedade rural;
  5. Continuar com o desenvolvimento de outras plantas em sua lavoura.

Essas ações contribuem para que você prolongue a fertilidade do seu solo e assim possa ter boa rentabilidade sem tantos gastos com muitos fertilizantes.

Você já sabe como pode implantar a agricultura regenerativa em sua lavoura, que tal conhecer os seus principais benefícios?

Vamos lá?

Saiba quais são os benefícios da agricultura regenerativa

Cuidar do meio ambiente sempre foi muito importante, porém atualmente se tornou ainda mais necessário.

Isso porque a consciência ambiental aumentou tanto entre os consumidores quanto nos produtores rurais.

Por isso, os pesquisadores têm destinado seu tempo a criar soluções para a agricultura que a deixe mais sustentável e produtiva ao mesmo tempo.

A agricultura regenerativa veio para trazer ainda mais esse pensamento de cuidado com a natureza.

Por isso, a agricultura regenerativa traz inúmeras vantagens para as propriedades que dela utiliza.

Você saberia citar alguns dos benefícios que você pode ter com a agricultura regenerativa?

Se não sabe, presta bem atenção aos benefícios que iremos te apresentar agora, pois os principais pontos positivos que você pode perceber são os seguintes:

  1. É capaz de recuperar solos que estão empobrecidos nutricionalmente;
  2. Os biofertilizantes utilizados na sua produção são feitos de forma sustentável;
  3. Pode nos ajudar a cuidar da mudança climática;
  4. Auxilia a restaurar o equilíbrio natural do solo da sua propriedade natural;
  5. Melhora os rendimentos da produção da sua lavoura;
  6. Reduz o uso da água em sua produção;
  7. Aumenta a matéria orgânica natural do solo.

São muitos benefícios que você pode usufruir em sua propriedade rural e para conseguir todos esses pontos positivos, é preciso entender quais são os seus princípios.

Vamos lá entender o que guia a agricultura regenerativa?

Entenda os princípios da agricultura regenerativa

A agricultura regenerativa se baseia em uma agricultura que preza a saúde do solo e a sua gestão tenta ser similar ao processo natural.

Por isso, os princípios da agricultura regenerativa também possuem todas essas preocupações de um cultivo mais saudável do solo e a sua fertilidade.

Você sabe quais seriam esses princípios tão importantes?

Se não sabe, mas tem curiosidade em saber, fiquei atento ao que vamos te contar agora.

Os princípios mais conhecidos da agricultura regenerativa são:

  1. Fazer cultivo contínuo de mais de uma espécie diferente em um mesmo solo da sua propriedade;
  2. Promover a rotação de cultura em sua lavoura;
  3. Ter a sua plantação feita com menos processo de aração do solo, ou seja, possuir um cultivo mais conservador;
  4. Não usar muito fertilizante ou pesticida nos seus cultivos;
  5. Possuir um trato de bem-estar para com os animais e ações mais justas de trabalho para quem cultiva a terra;
  6. Não usar nenhum tipo de espécie geneticamente modificada para a promoção da biodiversidade no campo;
  7. Uso de pastagem para gado com o objetivo de estimular do nascimento natural das plantas;
  8. Plantar o ano todo para que se evite a erosão do solo pela terra estar em pousio da entressafra.

Esses princípios fazem toda a diferença para quem pretende implantar a agricultura regenerativa em sua propriedade rural e assim cuidar da saúde do solo de sua lavoura.

Conclusão

A agricultura regenerativa é uma nova forma de cultivo que visa o cuidado com o plantio sustentável e com o meio ambiente.

É praticada pelas grandes propriedades rurais da agricultura brasileira, pois é capaz de ajudar no aumento da rentabilidade da lavoura ao mesmo tempo que cuida da saúde do solo.

Traz inúmeros benefícios para os locais em que ela está presente e possui alguns princípios que devem ser seguidos.

São novos pensamentos que fazem a agricultura brasileira ser tecnológica ao mesmo tempo que busca o cuidado com a natureza.

Você já pensou em usar a agricultura regenerativa em sua propriedade rural?


Publicado por:
Somos o software de gestão agrícola que vai revolucionar a forma como você administra a sua fazenda.
Share

O seu endereço de e-mail não será publicado.