colheita de trigo

Share

Saiba como ter uma colheita de trigo mais rentável; passo a passo

Quer saber mais sobre o MyFarm?

Entre em contato e agende uma demonstração com nossos consultores!

Solicitar Teste Grátis

A agricultura brasileira é vasta e cheia de oportunidade para os produtores rurais. Porém, cada região tem as espécies de cultivo que se adaptam melhor ao clima e ao solo. A colheita de trigo segue a mesma regra, pois é uma planta que necessita de muitos cuidados para ter o resultado esperado.

O trigo é uma planta muito versátil que está presente na mesa dos brasileiros desde 1534 quando o português Martin Afonso de Souza trouxe esse cultivo ao país.

Desde então não saiu da mesa dos brasileiros. Há muitas comidas deliciosas feitas à base de trigo como pão, bolo, torta e pizza. Só de pensar da água na boca, né!

É por esse motivo que muitos agricultores escolheram o trigo para cultivar em suas propriedades rurais.

Porém, existem diversos tipos de trigos no mercado e é importante que você entenda qual a diferença entre as principais variedades de trigo para saber qual poderá te trazer mais rentabilidade e lucro.

Quer saber como manejar corretamente a sua plantação de trigo desde a escolha da variedade até a colheita?

ads

Então leia até o final este artigo que fizemos para você!

Descubra os tipos de trigos que são plantados

Antes de você começar a plantar trigo em sua lavoura é essencial entender a sua origem e quais são os tipos de trigos que existem no mercado para que possa escolher qual seria o mais adequado para a região em que está localizada a sua propriedade rural.

Segundo a Massa Madre “Acredita-se que o trigo, como é conhecido, seja originário de gramíneas silvestre, que se desenvolveram nas proximidades dos rios Tigre e Eufrates (Ásia),por volta dos anos 10,000 a 15.000 AC.”

Por mais que já fosse plantado durantes muitos anos, o trigo somente chegou ao Brasil no ano de 1534 através do português Martin Afonso de Souza, porém desapareceu do país no século XIX devido à ferrugem e a falta de mão de obra.

Hoje em dia, porém, a situação é bem diferente. Os estados do Paraná e Rio Grande do Sul são os que concentram 89% da produção brasileira de trigo. E as mudanças com relação à realidade do trigo não para por aí.

A sua alta adesão ao mercado consumidor fez com que surgisse diversas espécies de trigo no mercado para plantação e consumo. As principais espécies de trigo são:

  1. Triticum aestivum: Esta é a espécie de trigo mais plantada em todo o mundo e é muito usada na fabricação de tortas, biscoitos e mercadorias que sejam similares a essas;
  2. Triticum compactum: A característica principal deste trigo é ser mais mole e com menos taxa de proteína;
  3. Triticum durum: É o trigo menos produzido no mundo e consequentemente o menos consumido.

Diante da grande variedade de trigo existente, é essencial saber o manejo correto de cada espécie para escolher o melhor para a sua lavoura.

>>> DOWNLOAD GRATUITO: PLANILHA PARA GESTÃO DE INSUMOS AGRÍCOLAS <<<

Manejos necessários para uma boa plantação de trigo

Assim como outras espécies de cultivo, o trigo precisa de muito cuidado durante todas as fases de plantação.

Antes de tudo, é necessário analisar e entender todas as características do solo da sua propriedade rural e da sua região para saber o que precisa ser feito para melhorar as condições da sua lavoura.

Você sabe quais são as boas condições para o cultivo do trigo na sua propriedade rural?

Fique atento que vamos contar para você!

Reunimos os principais pontos que você precisa conhecer para fazer um bom manejo da sua plantação de trigo.

As dicas para uma plantação rentável de trigo são:

  1. Conheça a melhor época para o cultivo do trigo: Para a fase de emergência do trigo o ideal é a temperatura de 15ºC e umidade cerca de 120mm;
  2. Saiba qual é o ciclo da cultura do trigo: O ciclo da cultura do trigo possui 5 fases. São elas: Plântula, Perfilhamento, Alongamento, Espigamento e Maturação;
  3. Selecione sementes de qualidade para a sua lavoura. O ideal é você procurar comprar as suas sementes de outros produtores que tiveram sucesso em suas safras.

Lembre-se de que um bom manejo do trigo consiste na ótima fixação das sementes ao solo. Essa fixação deve ser feita com 15 centímetros de profundidade.

Você acabou de entender como ter um bom manejo da sua produção de trigo e agora é essencial conhecer como evitar possíveis perdas em sua plantação de trigo.

Vamos lá?

Como evitar perdas na sua plantação de trigo

Antes de se investir em qualquer plantação é necessário conhecer os prós e contras da espécie que irá cultivar.

Quando se tem em mente o que pode prejudicar uma determinada planta, fica mais fácil de você evitar ou mesmo minimizar os prejuízos.

E no caso da plantação de trigo não é diferente! É necessário conhecer como evitar perdas para que possa montar o seu planejamento e controle de contingenciamento.

Por isso, preste atenção ao que vamos te contar a partir de agora.

As dicas para que você possa reduzir as perdas da sua lavoura de trigo são:

  1. Preste bem atenção ao clima da região que irá plantar|: Verifique as previsões climáticas para a sua região através dos serviços meteorológicos;
  2. Veja se não tem previsão de geada para o local da plantação da sua lavoura: as geadas podem reduzir o tempo de cultivo e adiantar o da colheita de trigo, reduzindo a sua produção;
  3. Faça manutenção constante nos equipamentos que você utiliza no momento de sua plantação: Os problemas com os equipamentos podem atrasar a colheita de trigo e prejudicar todo o processo.

Quando for fazer a manutenção do seu equipamento preste bem atenção a sua colheitadeira para que não tenha perdas no momento da colheita de sua safra de trigo por regulagem errada.

Diante de tudo que você leu até agora, já deve ter percebido que o cultivo do trigo pode trazer muitos benefícios a sua plantação.

Continue lendo para saber os principais benefícios!

Vantagens da plantação de trigo para a sua propriedade rural

O trigo é uma das plantações mais antigas e faz parte de muitos alimentos como pães e bolos.

Essa grande utilização em nossa alimentação faz com que o trigo traga diversas vantagens aos produtores que o cultiva em sua lavoura.

Por esse motivo queremos contar para você algumas das principais vantagens que você pode ter.

Os benefícios que podem ser percebidos em sua colheita de trigo são:

  1. Diminuição da quantidade de pragas e ervas daninhas;
  2. Aumento da saúde do solo;
  3. Crescimento da sua produção principal causada pelo melhoramento da saúde do solo;
  4. Redução da necessidade de aplicação de defensivos agrícolas.

Com todos esses benefícios fica compreensível a presença cada vez maior do cultivo do trigo nas propriedades rurais brasileiras.

Conclusão

O trigo é uma plantação muito técnica e benéfica para você, produtor rural, pois está muito presente na alimentação do brasileiro.

Porém, é importante que você lembre da necessidade de respeitar a região e o solo em que está sendo feito a plantação para que alcance os resultados esperados, pois cada local tem a sua diferença que deve ser estudada.

Mantenha em mente que por mais que seja uma plantação muito técnica traz muito benefício para as lavouras que a cultivam da forma correta.

Diante de tudo isso fica a pergunta:

Você conhecia todas as vantagens da plantação do trigo?


Publicado por:
Somos o software de gestão agrícola que vai revolucionar a forma como você administra a sua fazenda.
Share

O seu endereço de e-mail não será publicado.