gestão de tempo na fazenda

Share

Passo a Passo: como melhorar a gestão de tempo na fazenda

Quer saber mais sobre o MyFarm?

Entre em contato e agende uma demonstração com nossos consultores!

Solicitar Teste Grátis

Assim como em qualquer setor, a gestão de tempo na fazenda é fundamental para obter sucesso nos resultados do negócio rural.

Então, para conseguir gerir e otimizar o tempo das atividades que compõe a empresa rural é preciso mapear tarefas e considerar níveis de prioridade e tempo de execução de cada uma delas.

Nesse artigo, vamos mostrar um passo a passo de como realizar a gestão de tempo na fazenda de forma eficiente.

Acompanhe a seguir!

O que é gestão de tempo na fazenda?

A gestão de tempo consiste em planejar e organizar as horas disponíveis no dia para executar tarefas considerando as prioridades de forma otimizada.

Sendo assim, para realizar a gestão de tempo na fazenda é necessário aderir a um conjunto de técnicas a fim de aprimorar a realização de tarefas, dentro dos prazos estipulados para alcançar resultados satisfatórios.

ads

Quais são os objetivos da gestão de tempo?

De modo geral, uma gestão de tempo eficiente possibilita uma rotina mais produtiva e focada, que impactará diretamente nos resultados positivos da fazenda.

Nesse sentido, podemos dizer que os principais objetivos da gestão de tempo são:

  • Otimização do tempo;
  • Aumento da produtividade;
  • Conclusão de projetos incompletos;
  • Organização de setores e suas atividades.

>>> MATERIAL GRATUITO: E-BOOK GUIA COMPLETO PARA GESTÃO AGRÍCOLA <<<

Como fazer uma gestão de tempo eficiente em empresas rurais?

A gestão de tempo é fundamental no processo de gerenciamento da propriedade rural. Afinal, com uma rotina bem organizada e equilibrada é possível ter mais controle sobre os resultados do negócio rural.

A seguir, confira um passo a passo de como realizar uma gestão de tempo eficiente na sua fazenda.

Faça o mapeamento das tarefas

O primeiro passo é mapear todas as etapas das atividades agrícolas da fazenda. Portanto, faça anotações, considerando desde as tarefas mais amplas até as mais detalhadas, ou seja, descrevendo as pequenas ações executadas dentro do processo.

Em seguida, reúna todas as atividades que precisam ser executadas e liste em uma planilha, de forma que fique fácil de visualizar e consultar com frequência.

Classifique conforme o nível de prioridade

Após mapear as tarefas é momento de categorizá-las e definir as que são prioridades. Sendo assim, elas podem ser classificadas como diárias, semanais e esporádicas, por exemplo. Além disso, podem ser elencadas como importantes e urgentes.

Nesse sentido, para denominar as importantes ou urgentes, é preciso considerar os seguintes pontos:

Importantes: tarefas que precisam de planejamento prévio para serem realizadas.
Urgentes: tarefas que exigem resposta rápida e precisam ser executadas no exato momento.

Ademais, para definir as prioridades é importante fazer os seguintes questionamentos:

  1. O que eu estou fazendo que não precisaria ser feito?
  2. A tarefa que estou fazendo pode ser delegada para outra pessoa?
  3. O que estou fazendo realmente pode ser feito apenas por mim?
  4. O que eu deveria fazer e não estou fazendo?
Gestão de tempo distribuída em urgente, importante e circunstancial
Divisão de tempo por classificação de atividade
Fonte: Agronota

Crie uma rotina e fuja da procrastinação

Na prática, depois de definir as prioridades fica mais fácil organizar uma rotina de trabalho eficiente e produtiva. Dessa forma, uma ferramenta que pode ser útil nessa etapa é a criação de cronograma.

Além disso, para garantir que a sua rotina vai funcionar, observe os momentos em que você se sente mais produtivo e motivado e destine as atividades que demandam mais esforço para esse período do dia.

No mais, também é fundamental evitar distrações e estipular pausas de descanso. Assim, você consegue se manter focado e não procrastinar.

Faça uma tarefa de cada vez

Embora pareça algo óbvio, focar em uma tarefa de cada vez é fundamental para garantir a conclusão de atividades e evitar processos inacabados.

Por isso, observe quanto tempo você levará para executar cada tarefa e utilize essa informação para fazer o cronograma e programação do seu dia.

Lembre-se que quando você interrompe a realização de uma tarefa para fazer outras, você se desconcentra e consequentemente terá que refazer a mesma atividade, por um período mais demorado do que levaria se tivesse focado em concluir de uma só vez.

Automatize as tarefas burocráticas

Sabemos que grande parte das atividades rotineiras da fazenda são repetitivas e burocráticas. No entanto, existe uma série de ferramentas que podem te ajudar a executá-las de maneira ágil e eficiente.

Um software de gestão agrícola, como o MyFarm, por exemplo, pode te ajudar a se manter em dia com as obrigações legais. Isso porque a ferramenta tem como funcionalidades a emissão de notas fiscais eletrônicas e MDF-e, geração do Livro Caixa do Produtor e o acompanhamento/estimativa do Imposto de Renda em tempo real.

Conte com a ajuda da tecnologia

Por fim, além de um sistema de gestão, você pode também utilizar ferramentas para te auxiliar na otimização e gerenciamento do seu tempo.

Atualmente existem vários aplicativos que podem te ajudar a organizar suas listas de tarefas, realizar planejamento de projetos e auxiliar no foco e atenção.

Por isso, faça uma busca rápida na internet e analise o que mais atende a sua necessidade.

Por que a gestão de tempo na fazenda é importante?

A gestão de tempo é uma prática fundamental em qualquer negócio. No meio rural, ela é responsável por elevar os resultados da empresa, influenciando diretamente no aumento da produtividade.

Assim, ao focar no gerenciamento diário de tempo para realizar atividades agrícolas, o produtor rural consegue executar tarefas em um período menor de tempo, uma vez que, tem consciência sobre quanto tempo deve destinar para tarefas específicas.

Dessa forma, é possível criar e definir rotinas, considerando as atividades que demandam mais tempo e as que podem ser realizadas em um período menor.

Com base nisso, o desempenho de cada colaborador pode ser avaliado com mais precisão.

Ademais, a gestão de tempo pode proporcionar benefícios como:

  • Melhor desempenho das equipes;
  • Melhora dos resultados;
  • Mais clareza em relação ao planejamento de metas;
  • Capacidade de identificar problemas com antecedência;
  • Redução de erros e gastos desnecessários;
  • Menos desperdícios;
  • Maior controle financeiro.

Enfim, podemos ver que a gestão de tempo ajuda a otimizar o trabalho rural, gerando mais produtividade e controle sobre as demandas da fazenda.

Gostou desse conteúdo? Aproveite e leia nosso artigo sobre liderança e gestão de pessoas.


Publicado por:
Formada em Jornalismo, pós-graduada em Marketing e especialista em Comunicação Digital, atuo como Analista de Conteúdo no MyFarm. 
Share

O seu endereço de e-mail não será publicado.