inimigos-gestão-agrícola

Share

Quais são os maiores inimigos do produtor rural na gestão agrícola?

Quer saber mais sobre o MyFarm?

Entre em contato e agende uma demonstração com nossos consultores!

Solicitar Teste Grátis

A gestão agrícola de uma propriedade contribui para o alcance de melhores resultados na lavoura, além de proporcionar mais segurança na tomada de decisões do negócio rural.

No entanto, ela pode representar um grande desafio para o produtor rural, que precisa lidar com questões importantes como mudanças climáticas, falta de mão de obra qualificada, investimento em tecnologia, dentre outros.

Neste artigo, listamos os maiores inimigos do produtor rural na gestão agrícola e mostramos como atuar em cada um deles.

Confira a seguir!

O que é gestão agrícola?

Em síntese, a gestão agrícola é o processo de gerenciar a propriedade rural para otimizar a produção da lavoura. Por isso, está associada ao planejamento de questões essenciais como: preparo do solo, análise de custos e receitas, controle de estoque, análise de fluxo de caixa, manutenção de máquinas e implementos, entre outros.

Quais são os maiores inimigos do produtor rural na gestão agrícola?

No processo de gestão agrícola, alguns desafios importantes podem ser encontrados pelo produtor rural. São problemas que podem dificultar e até prejudicar os resultados do negócio.

ads

Confira a seguir os principais inimigos do produtor rural na gestão agrícola e qual é a melhor forma de atuar em cada um deles.

Mudanças climáticas

As mudanças climáticas sempre serão uma das preocupações dos produtores rurais. Afinal, não ter conhecimento prévio sobre o clima pode gerar grandes prejuízos para o negócio rural.

Isso acontece porque a instabilidade climática, caracterizada pela não antecipação de chuvas, secas, dentre outros fatores pode dificultar o planejamento da lavoura e a tomada de decisão do agricultor.

Nesse caso, a melhor solução é investir em tecnologias que fornecem previsões meteorológicas para que produtor consiga se programar e não ser mais um refém das adversidades climáticas.

Existem softwares para agronegócio que apresentam variáveis climáticas, de forma antecipada, que podem afetar a produção. Assim, o produtor pode ter uma previsibilidade do clima e se planejar de acordo com a necessidade da lavoura e assim reduzir perdas e aumentar a rentabilidade.

Crises hídricas

De acordo com a ONU (Organização das Nações Unidas), a agricultura é a maior consumidora de água do mundo, responsável por cerca de 70% de toda água usada.

Na prática, a água representa um insumo fundamental para a produção agrícola, sendo indispensável para a manutenção do setor.

No entanto, o Brasil tem um histórico de secas e estresse hídrico em algumas regiões, como é o caso do sertão do Nordeste. Além disso, nos últimos anos, os estados de São Paulo e Rio de Janeiro passaram a ter problemas de baixas em suas reservas.

Logo, a solução para escassez de água e a economia desse recurso é o uso de sistemas inteligentes de irrigação como o reuso de água. Outra alternativa é a utilização de ferramentas que informem o balanço hídrico de cada cultura para que o produtor saiba quanto deve complementar com a irrigação.

Contudo, o melhor caminho é encontrar tecnologias de irrigação que ajudem a evitar o desperdício e o consumo exagerado de água.

>>> MATERIAL GRATUITO: E-BOOK GUIA COMPLETO PARA GESTÃO AGRÍCOLA <<<

Falta de mão de obra qualificada

Outro grande desafio encontrado na gestão agrícola da fazenda é a falta de mão de obra qualificada. Isso porque o produtor rural está com dificuldades para encontrar profissionais especializados no trabalho do campo.

Alguns exemplos são os profissionais que atuam na operação de máquinas agrícolas, pois precisam de uma formação adequada, e os que atuam em funções técnicas e associadas a tecnologia.

Isso tudo se deve a integração da tecnologia no campo. Agora para exercer as atividades rurais é necessário ter novas habilidades e conhecimentos específicos da fazenda.

Por isso, o recomendado é o produtor investir na formação dos seus profissionais, oferecendo cursos de capacitação, promovendo workshops e treinamentos para trabalhar com ferramentas tecnológicas.

Além disso, será necessário fornecer melhores condições de trabalho, com salários mais competitivos e contratos fixos de trabalho e prestação de serviços especializados. Dessa forma, a empresa rural aumentará a produtividade e terá menos rotatividade de funcionários.

Poucas Informações

O uso de informações sobre produção, financeiro, maquinários, suprimentos e atividades agrícolas são essenciais para o gerenciamento da fazenda.

Nesse sentido, a gestão agrícola só pode ser realizada com base em dados da propriedade. No entanto, muitas empresas rurais não dispõem desses dados reunidos para que análises e decisões sejam tomadas corretamente.

Esse é um problema bem comum e representa um dos maiores inimigos da gestão agrícola. Afinal, a ausência de informações sobre o negócio pode causar prejuízos irreversíveis para o negócio.

Algumas das consequências geradas pela falta de informações são:

  • Comprometimento da capacidade do negócio dar lucros;
  • Falta de visibilidade sobre as finanças;
  • Aumento das despesas e do endividamento;
  • Menor disponibilidade para investimentos;
  • Perda da competitividade;
  • Piora na resposta a imprevistos financeiros;
  • Complicações ou falência do negócio.

Entretanto, investir em um software de gestão agrícola é uma ótima alternativa para conseguir reunir, analisar e controlar os dados fundamentais do negócio.

Em síntese, ferramentas como o MyFarm permitem que o gestor realize uma gestão eficiente sobre diversas áreas da empresa. Por meio de uma plataforma completa é possível controlar o financeiro, a produção, obrigações legais, maquinários, dentre outros.

Com as informações em mãos, o produtor se sente mais seguro para analisar, com clareza, o cenário do seu negócio, e tomar decisões assertivas com base em dados confiáveis.

Falta de investimento em tecnologia

Por fim, outro inimigo da gestão agrícola é a falta de investimento em tecnologia. Isso porque trabalho manual, realizado através de anotações em cadernos ou planilhas tornam o gerenciamento mais lento e suscetível a erros constantes.

Nesse sentido, a tecnologia é um dos meios mais eficazes de agilizar o trabalho no campo. Quando se trata de gestão agrícola, então, ela representa uma excelente ferramenta para controlar o funcionamento da propriedade rural bem como para garantir melhores resultados na produção.

Por meio da tecnologia é possível gerenciar diversas áreas do negócio como o setor financeiro, estoque, armazenamento, produção, colheita, máquinas, comercialização e muito mais.

Em geral, o software de gestão agrícola, permite o produtor controle as receitas, despesas, compras, estoques, custos, faturamento, comissões, conciliações, boletos bancários, máquinas agrícolas, manutenções, dentre outros.

Sendo assim, para garantir mais eficiência e segurança na gestão agrícola da fazenda, o recomendado é investir em um software de gestão que atenda as necessidades do seu negócio.

Gostou desse artigo? Aproveite para se aprofundar no assunto e leia nosso artigo sobre gestão agrícola: como ter mais lucro na sua fazenda.

Até a próxima!


Publicado por:
Formada em Jornalismo, pós-graduada em Marketing e especialista em Comunicação Digital, atuo como Analista de Conteúdo no MyFarm. 
Share

Uma comentário para

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.