lagarta preta

Share

Lagarta-preta: guia completo para o manejo em grãos

Quer saber mais sobre o MyFarm?

Entre em contato e agende uma demonstração com nossos consultores!

Solicitar Teste Grátis

Você, produtor rural, se depara com vários tipos de pragas quando está cuidando da sua plantação. O ideal é conhecer o seu cultivo para entender se existe algo diferente nele e se tiver, como poder controlar.

Um dos problemas que você pode se deparar é a lagarta preta, Spodoptera sp!

Ela é um inseto que pode se alimentar das ervas daninhas, das plantas nativas do bioma em que ela se encontra e das plantações da agricultura.

A sua alta voracidade faz com que ela seja um inseto que traz importantes prejuízos financeiros para a sua lavoura.

Você sabe como identificar a sua presença ou como combatê-la?

Existem cultivos que são mais propensos ao crescimento da lagarta preta e saber quais são irá te ajudar a entender qual o planejamento adequado para a sua contenção.

ads

Esse artigo foi pensado para te ajudar a saber quais são os sintomas mais comuns da presença da lagarta preta apresentados em sua plantação e tudo o que é importante para o seu correto manejo.

Continue com a gente para saber tudo sobre a lagarta preta!

O que são lagartas pretas

A lagarta preta é uma espécie de praga quepode trazer diversos malefícios e o seu controle precisa ser o mais rápido possível.

Ela ataca não somente as suas plantações, como também plantas indesejadas e as nativas da região em que está.

A lagarta preta possui cultivos que são mais propensos a ser o hospedeiro para o seu aparecimento e o aumento da sua propagação.

Você sabia que existe uma temperatura que ajuda na sua maior propagação?

Uma temperatura ótima para o surgimento da lagarta preta está entre 25°C e 28°C e a sua quantidade na lavoura pode variar de geração em geração dentro de um mesmo ano.

A sua presença já foi vista em alguns Estados como Goiás, Mato Grosso, Paraná e Piauí. A região Centro-Oeste, por ser um grande produtor de soja, tende a sofrer um pouco mais com essa praga.

A análise da sua plantação e das épocas de maior aparecimento da lagarta preta ajudam você a entender como é o seu funcionamento e as datas de maior pico para o planejamento do manejo de controle correto.

As lagartas pretas podem ser espalhar na sua plantação através do vento, quando elas estão mais novas e tem a tendência de apresentar uma ação não uniforme, ou seja, a sua presença em uma lavoura é não é igual.

Depois de entender o que é essa praga, é importante compreender quais são as semeaduras que propiciam um maior crescimento da lagarta preta.

Vamos lá?

>>> DOWNLOAD GRATUITO: PLANILHA PARA GESTÃO DE INSUMOS AGRÍCOLAS <<<

Descubra as plantações que mais possuem a lagarta preta

Se você trabalha a muito tempo na agricultura, já deve ter percebido que a lagarta preta ataca algumas espécies de plantações mais do que outras.

Você sabe quais são?

A lagarta preta é mais comum em plantações de soja, milho, trigo, feijão e café. Sendo que ela causa desfolha nos cultivos de soja que ataca.

Por mais que essas sejam as semeaduras mais propicias a sofrer com essa praga, pode ocorrer que espécies não propensas acabem tendo a presença da lagarta preta.

Isso acontece devido ao manejo errado dos inseticidas, o que acaba por reduzir ou até mesmo eliminar os inimigos naturais da lagarta preta.

Com essa eliminação, há um desequilíbrio no ecossistema da plantação e o consequente aumento da lagarta preta nas plantações.

No caso do milho é diferente! Ele pode ser atacado por diversas pragas durante o período do processo de cultivo até mesmo no momento da colheita.

As lagartas que atacam os milhos são responsáveis por comer as folhas e destruir os grãos, reduzindo assim a sua produtividade.

Para evitar que os estragos feitos por elas sejam maiores, é preciso conhecer os sinais que a lagarta preta deixa em seu cultivo.

Continue lendo para descobrir!

Como identificar a presença da lagarta preta em sua plantação

Você sabia que o gênero da lagarta preta é o Spodoptera sp e ele possui 30 espécies diferentes, sendo que 15 delas são responsáveis por causar prejuízo em diversas plantações?

Para cada espécie é utilizado um manejo específico e para identificar a qual espécie pertence, você deve olhar a cor dos ovos, da larva e também das mariposas.

Selecionamos os principais detalhes para você observar quando estiver procurando essa praga em sua plantação. Eles são:

  1. Um dos sinais dados pelas lagartas são a existência de excrementos nas folhas do cultivo;
  2. Elas costumam depositar os ovos na parte inferior das folhas das plantas que estão sendo as hospedeiras;
  3. O seu ciclo dentro de uma lavoura pode durar cerca de 48 dias, mas isso depende da temperatura do local, que como vimos é muito importante para sua sobrevivência;
  4. As lagartas pretas possuem listras de uma ponta a outra do seu corpo que são acompanhadas por pontos esbranquiçados e triângulos pretos;
  5. Um outro ponto bem importante é saber que elas são animais de hábitos noturnos e isso deve constar em seu planejamento.

Sabe por que é tão difícil os produtos controlarem as lagartas pretas?

Elas são animais que ficam localizados nas partes inferiores das plantas, o que reduz a quantidade de produto que chega até elas.

Saber identificar essa praga é bem importante para descobrir como fazer o manejo correto dos produtos usados para controlar a lagarta preta em sua plantação.

Por isso, vamos te contar tudinho sobre esse assunto no próximo tópico. Então, fique com a gente!

Saiba como fazer o combate da lagarta preta

Combater a lagarta preta com o manejo adequado é uma das formas que você, produtor rural, possui para controlar os prejuízos que essa praga pode trazer a sua plantação.

E você sabe como fazer o manejo correto dos inseticidas para controlar a lagarta preta em sua produção?

Elencamos os principais pontos de atenção que você precisa ter ao iniciar o planejamento do controle desta praga. São eles:

  1. Monitoramento da praga;
  2. Análise da plantação;
  3. Uso do defensivo agrícola de forma correta;
  4. Fazer uma análise amostral do seu cultivo de forma constante;
  5. É necessário fazer a verificação do local onde será plantado o cultivo, antes de se iniciar o processo de plantação para ver se existe a presença de lagartas e o seu nível.
  6. Fazer a retirada do alimento da lagarta com antecedência.

Fazendo o manejo correto e a análise necessária sobre as épocas de maior incidência dessa praga, você consegue controlar os seus malefícios sem causar transtorno na sua produtividade e nos seus recursos financeiros.

Conclusão

A lagarta preta é um gênero de praga que possui 30 espécies, sendo que 15 delas tem potencial de causar danos a sua produção.

Para que você não tenha a sua plantação comprometida e a sua produtividade afetada, é preciso conhecer o manejo adequado para controlar a espécie exata da lagarta preta que está em sua plantação.

Muito mais que isso, é necessário sempre monitorar e acompanhar a saúde da sua produção antes que alguma praga interfira no crescimento do seu cultivo. Para isso, é necessário montar um planejamento de controle e monitoramento preventivo.

Você já teve que traçar um plano de controle contra as lagartas pretas em sua plantação?


Publicado por:
Somos o software de gestão agrícola que vai revolucionar a forma como você administra a sua fazenda.
Share

O seu endereço de e-mail não será publicado.