plantas transgênicas

Share

Plantas transgênicas: como podem evitar a contaminação por micotoxinas

Quer saber mais sobre o MyFarm?

Entre em contato e agende uma demonstração com nossos consultores!

Solicitar Teste Grátis

Cada vez mais vemos o surgimento de novas tecnologias a serem utilizadas na agricultura. O agronegócio brasileiro é a área que mais eleva o produto interno bruto (PIB) do Brasil, por isso há muitos pesquisadores que dedicam o seu tempo a encontrar soluções que melhorem o processo produtivo das lavouras brasileiras.

Esses avanços tecnológicos permitem que você produza mais e ao mesmo tempo cuide do meio ambiente. Isso faz com que a agricultura diminua o seu impacto no efeito estufa e consiga ser mais rentável.

Uma dessas novas invenções trazidas pelos pesquisadores é a planta transgênica que é capaz de trazer inúmeros benefícios para o agronegócio e para a alimentação humana.

Além disso, ela ainda pode evitar a contaminação por micotoxina e consequentemente reduzir o uso de produtos químicos.

Por isso, decidimos conversar com você sobre as plantas transgênicas e os seus benefícios. Leia esse artigo até o final para entender.

O que são plantas transgênicas

Antes de entender como as plantas transgênicas ajudam na contenção da contaminação por micotoxinas, é essencial compreender o que pode ser considerado como um cultivo transgênicos.

ads

Você saberia dizer o que é determinante para um cultivo ser considerado transgênico?

Se não sabe, preste atenção que vamos definir para você agora.

As plantas que são ditas transgênicas nada mais são do que aquelas que foram modificadas pela inserção de um ou mais genes de outras espécies.

Mas, não são quaisquer genes. São aqueles genes que estão relacionados a uma maior rentabilidade e desempenho.

Essa mistura de genes faz com que essas plantas se tornem mais resistentes à seca, a doenças, insetos e outras.

Os benefícios dos transgênicos são tantos que cada vez mais estão presentes em sua alimentação cotidiana como o óleo de soja.

Um dos pontos positivos mais importantes é a capacidade de controlar o aparecimento de micotoxinas.

Para você entender essa importância, é preciso saber o que são as micotoxinas e como elas surgem em sua propriedade rural.

Por isso, vamos te explicar o que são as micotoxinas. Então, continue lendo o artigo para compreender.

>>> DOWNLOAD GRATUITO: PLANILHA PARA GESTÃO DE INSUMOS AGRÍCOLAS <<<

O que são micotoxinas

Entender o que são as micotoxinas é necessário para que você compreenda a importância da implementação das sementes transgênicas em sua propriedade rural.

Uma pergunta fica: Você saberia definir tudo o que significa a micotoxina?

As micotoxinas são caracterizadas por serem agentes metabólicos produzidos por fungos filamentosos.

É essencial lembrar que esses fungos somente se proliferam nos grãos quando eles encontram as condições perfeitas de temperatura, umidade e quantidade de oxigênio.

A micotoxina pode permanecer viva e ativa durante todo o período de armazenamento e processamento. Isso faz com que ela seja capaz de contaminar rações de animais domésticos e alimentos consumidos na alimentação humana.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa),para tentar evitar a contaminação por esses fungos, estipulou uma certa quantidade máxima que alguns alimentos; como massa, biscoito e laticínios; podem ter de micotoxinas.

Você saberia citar o nome de algumas micotoxinas que podem aparecer em sua lavoura?

É bem complicado saber, né. Por isso, vamos elencar as principais micotoxinas que estão presentes na agricultura brasileira. São elas:

  1. Aflatoxinas: São causadas pelo fungo Aspergillus flavus e A. parasiticus;
  2. Fumonisinas: Tem por causa o Fusarium;
  3. Zearalenona: Também é advinda da ação do Fusarium;
  4. Tricotecenos: O Fusarium é o responsável por essa micotoxina;
  5. Ocratoxina A: É decorrente da ação do Aspergillus e Penicillium.

Depois de você entender o que é uma micotoxina e quais são os fungos que causam as principais delas, é o momento de compreender como é produzido uma planta transgênica.

Como se produzem as plantas transgênicas

Desenvolver um cultivo que possui uma determinada característica até então não existente foi uma das maneiras encontradas para se produzir mais. Mas não somente isso, para também ter cultivos que fossem mais resistentes a doenças e pragas.

Dito isso, fica a pergunta: Você sabe como é produzida uma planta transgênica?

Não fique sem jeito, se não souber. Vamos te explica agora. Fique atento!

A primeira leva de transgênicos foram produzidos na década de 90 e vem crescendo desde então.

Antes de uma planta ser considerada transgênica, ela passa por algumas fases. Essas etapas são:

  1. Identificação e isolamento: Momento de selecionamento do gene e da característica a ser inserida na planta.
  2. Transformação: Inserção do gene selecionado no cultivo escolhido. Isso pode ser feito através da biobalística ou do agrobacterium tumefaciens.
  3. Seleção: Identificação das células da planta que receberam o novo gene.
  4. Regeneração: Momento em que você consegue ter a planta completa com a célula vegetal já transformada.
  5. Teste de biossegurança: Teste para a obtenção dos resultados de segurança para a saúde humana, animal e claro, para o meio ambiente. Os testes são feitos em laboratório em segurança e de forma controlada.

Agora que você sabe quais são as fases para a obtenção de uma planta transgênica, fica mais fácil de entender as suas características.

Continue lendo o artigo para descobrir.

Conheça as características das plantas transgênicas

As características da planta transgênica parecem muito com os seus benefícios e pode explicar um pouco da sua importância para a contenção da contaminação por micotoxinas.

Então, se você não sabe as principais características de uma planta modificada geneticamente, leia esse artigo até o fim.

Os diferenciais de um transgênico são:

  1. Resistentes a vírus que poderiam causar danos a plantas comuns;
  2. Tolerantes ou resistentes a diversos herbicidas que estão no mercado;
  3. Tolerante ou resistente a vários insetos que são considerados pragas;
  4. Capazes de suportar a seca, sem afetar a qualidade do grão;
  5. Restauração da fertilidade do solo;
  6. Aumento na produção de celulose;
  7. Qualidade do óleo extraído das sementes é melhorada.

Todas essas características mostram o quanto um cultivo transgênico pode ser capaz de aumentar o controle da ação de fungo nas lavouras.

Assim, conseguem combater as micotoxinas com segurança e ao mesmo tempo garantem a segurança alimentar.

Você já entendeu a importância das plantas transgênicas, agora precisa saber quais são os seus benefícios.

Vamos lá!

Quais são os benefícios das plantas transgênicas

Os benefícios das plantas transgênicas são vários e precisam ser conhecidos por você para que o mito de que plantas transgênicas não são as ideais para o consumo caia por terra.

Assim sendo, as principais vantagens das plantas transgênicas são:

  1. Traz segurança alimentar;
  2. Reduz os índices de contaminação por micotoxinas: As micotoxinas são difíceis de serem eliminadas, já que são altamente resistentes aos processos industriais e são capazes de contaminar outros alimentos;
  3. Pode ser usado na alimentação animal;
  4. Diminui a contaminação das rações dos animais domésticos;
  5. Traz mais resistência as plantas;
  6. Aumenta o rendimento da safra.

São muitos benefícios que vão muito além das micotoxinas e devem ser levados em conta quando você estiver planejando a sua próxima safra.

Conclusão

A contaminação por micotoxinas é algo grave para a saúde e precisa ser evitada a todo custo.

A mixotoxina é causada por fungos que são muito resistentes. Podendo permanecer ativo mesmo durante processos industriais.

E para evitar que essa contaminação ocorra, muitos pesquisadores buscam soluções. Uma das respostas encontradas é a implementação do plantio de sementes transgênicas, pois elas são tolerantes a diversos fungos, a seca e muitas outras condições adversas.

Você já pensou em cultivar alimentos transgênicos?


Publicado por:
Somos o software de gestão agrícola que vai revolucionar a forma como você administra a sua fazenda.
Share

Quais os danos do Dicamba na soja?